Prêmio

Emicida, Anitta, João Bosco: confira os brasileiros indicados ao Grammy Latino 2020

Pernambucano Almério concorre ao lado de Mariene de Castro

EmicidaEmicida - Foto: Julia Rodrigues

Leia também

• Grammy homenageia João Gilberto e Beth Carvalho

• Grammy demite presidente que acusou Academia de fraude e delitos de conduta

• Kanye West coloca troféu do Grammy na privada e faz xixi nele

Uma das premiações mais importantes da indústria fonográfica, o Grammy Latino anunciou os indicados para a sua 21ª edição. Pela primeira vez, a cerimônia será realizada de forma remota no dia 19 de novembro, com apresentações gravadas em várias partes do mundo. Embora seja marcada pela ausência de brasileiros nas categorias principais, a premiação conta com Emicida, Elza Soares, Céu, Letrux e Anitta entre os postulantes nacionais. O cantor pernambucano Almério concorre na categoria “Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa”, pelo disco “Acaso Casa Ao Vivo”, com Mariene de Castro.


A premiação tem mesclado nomes tradicionais com jovens talentos da música brasileira nas categorias de língua portuguesa. Elza Soares, com o seu disco de inéditas mais recente, “Planeta Fome”, é uma das favoritas na categoria “Melhor Álbum de Música Popular Brasileira”. A cantora levou a categoria em 2016, com o “A Mulher do Fim do Mundo”. Ela ainda concorre com “O amor no caos volume 2”, de Zeca Baleiro, “Belo Horizonte”, de Toninho Horta & Orquestra Fantasma, “Bloco na rua (deluxe)”, de Ney Matogrosso e “Caetano Veloso & Ivan Sacerdote”, de Caetano Veloso e Ivan Sacerdote.


Uma das principais categorias da noite, “A Melhor Canção em Língua Portuguesa” tem “AmarElo”, com Emicida, Pabllo Vittar e Majur, “A Tal Canção Pra Lua”, de Vitor Kley e Samuel Rosa, “Abricó-De-Macaco”, de João Bosco, “Libertação”, de Elza Soares, BaianaSystem, Virgínia Rodrigues, além da música “Pardo”, da cantora Céu. A paulista, assim como o cantor Emicida, concorrem em outra categorias. Ela, em “Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa” e “Engenharia de Som”, com “APKÁ”, e ele em “Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa”, com o disco “AmarELO”. Outro destaque da edição é a cantora Letrux. Com o seu segundo disco “Letrux aos Prantos”, lançado em março deste ano, concorre com Emicida na categoria de álbum.

From PE

O pernambucano Almério concorre, junto à baiana Mariene de Castro, na categoria “Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa” com o disco “Acaso Casa”. O álbum reúne canções do imaginário afetivo em torno dos dois artistas, em 18 faixas, lançadas pela gravadora Biscoito Fino. Eles concorrem com “Veia nordestina”, de Mariana Aydar, “Targino sem limites”, de Targino Gondim, “Obatalá: uma homenagem a Mãe Carmen”, do Grupo Ofa e “Autêntica”, da baiana Margareth Menezes.

Brasileiros em falta

Apesar da indicação de Anitta e MC Zaac por “Pa Pa Pa: desce pro play”, na categoria “melhor canção urbana”, há uma falta considerável de artistas brasileiros nas categorias principais da premiação. As categorias urbanas, por exemplo, servem para premiar os melhores trabalhos realizados dentro do aspecto da cultura hip hop, como o R&B, rap e reggaeton, mas não há nenhum candidato brasileiro além dos citados acima. Embora o rapper Djonga tenha sido indicado em uma das maiores premiações do hip hop mundial, ficou de fora da festa latina.

O álbum “AmarELO”, um recorte importante da celebração artística brasileira em tempos políticos difíceis, ficou de fora dos principais indicados. Pela segunda vez consecutiva, a cantora drag queen Pabllo Vittar ficou de fora por seu trabalho autoral. O “111” foi indicado no EMA, premiação europeia, mas não teve nenhuma consideração na premiação continental.

Veja a lista de indicados:

Gravação do ano
"China" - Anuel AA, Daddy Yankee, Karol G
"Cuando Estés Aquí" - Pablo Alborán
"Vete" - Bad Bunny
"Solari Yacumenza" - Bajofondo Featuring Cuareim 1080
"Rojo" - J Balvin
"Tutu" - Camilo com Pedro Capó
"Lo Que En Ti Veo" - Kany García & Nahuel Pennisi
"Tusa" - Karol G & Nicki Minaj
"René" - Residente
"Contigo" - Alejandro Sanz

Álbum do ano
"YHLQMDLG" - Bad Bunny
"Oasis" - J Balvin & Bad Bunny
"Colores" - J Balvin
"Por Primera Vez" - Camilo
"Mesa para Dos" - Kany García
"Aire (Versión Día)" - Jesse & Joy
"Un Canto Por México, Vol. 1" - Natalia Lafourcade
"Pausa" - Ricky Martin
"La Conquista del Espacio" - Fito Páez
"Cumbiana" - Carlos Vives

Canção do ano
"ADMV" - Maluma
"Bonita" - Juanes & Sebastián Yatra
"Codo Con Codo" - Jorge Drexler
"El Mismo Aire" - Camilo
"For Sale" - Alejandro Sanz & Carlos Vives
"#ELMUNDOFUERA (Improvisación)" - Alejandro Sanz
"Lo Que En Ti Veo" - Kany García & Nahuel Pennisi
"René" - Residente
"Tiburones" - Ricky Martin
"Tusa" - Karol G & Nicki Minaj
"Tutu" - Camilo com Pedro Capó

Melhor artista revelação
Anuel AA
Rauw Alejandro
Mike Bahía
Cazzu
Conociendo Rusia
Soy Emilia
Kurt
Nicki Nicole
Nathy Peluso
Pitizion
Wos

Melhor canção "urban"
"Adicto" - Tainy, Anuel AA e Ozuna
"Muchacha" - Gente De Zona e Becky G
"Rave de Favela" - MC Lan, Anitta, BEAM e Major Lazer
"Rojo" - J Balvin
"Yo x Ti, Tu x Mi" - Rosalía & Ozuna

Melhor álbum instrumental
"Plays Daniel Figueiredo" - Leo Amuedo
"Cartografias" - Caetano Brasil
"Sotavento" - Compasses
"Festejo" - Yamandu Costa com Marcelo Jiran
"Terra" - Daniel Minimalia

Melhor canção em língua portuguesa
"A Tal Canção Pra Lua (Microfonado)" - Vitor Kley & Samuel Rosa
"Abricó-De-Macaco" - João Bosco
"AmarElo (Sample: Sujeito de Sorte - Belchior)" - Emicida com Majur & Pabllo Vittar
"Libertação" - Elza Soares & BaianaSystem com Virgínia Rodrigues
"Pardo" - Céu

Melhor álbum de pop contemporâneo em língua portuguesa
"N" - AnaVitória
"Enquanto Estamos Distantes" - As Bahias e a Cozinha Mineira
"APKÁ!" - Céu
"Guaia" - Marcelo Jeneci
"Eu" - Melim

Melhor álbum de rock ou de música alternativa em língua portuguesa
"AmarElo" - Emicida
"Little Electric Chicken Heart" - Ana Frango Elétrico
"Letrux aos Prantos" - Letrux
"Universo do Canto Falado" - Rapadura
"Na Mão as Flores" - Suricato

Melhor álbum de samba/pagode
"Mangueira - A Menina dos Meus Olhos" - Maria Bethânia
"Martinho 8.0 - Bandeira da Fé: Um Concerto Pop-Clássico (Ao Vivo)" - Martinho da Vila
"Samba Jazz, de Raiz, Cláudio Jorge 70" - Cláudio Jorge
"Fazendo Samba" - Moacyr Luz e Samba do Trabalhador
"Mais Feliz" - Zeca Pagodinho

Melhor álbum de MPB
"O Amor no Caos Volume 2" - Zeca Baleiro
"Belo Horizonte" - Toninho Horta & Orquestra Fantasma
"Bloco na Rua" - Ney Matogrosso
"Planeta Fome" - Elza Soares
"Caetano Veloso & Ivan Sacerdote" - Caetano Veloso & Ivan Sacerdote

Melhor álbum de músicas sertaneja
"#IssoÉChurrasco (Ao Vivo)" Fernando & Sorocaba
"Origens [Ao Vivo em Sete Lagoas, Brazil / 2019]" - Paula Fernandes
"Livre Vol. 1" - Lauana Prado
"Churrasco do Teló Vol. 2" - Michel Teló
"Por Mais Beijos Ao Vivo (Ao Vivo)" - Zé Neto & Cristiano

Melhor álbum de música de raízes em língua portuguesa
"Veia Nordestina" - Mariana Aydar
"Aqui Está-se Sossegado" - Camané & Mário Laginha
"Acaso Casa Ao Vivo" - Mariene De Castro e Almério
"Targino Sem Limites" - Targino Gondim
"Obatalá - Uma Homenagem a Mãe Carmen" - Grupo Ofa
"Autêntica" - Margareth Menezes

Melhor álbum de música cristã (língua portuguesa)
"Catarse: Lado A" - Daniela Araújo
"Reino" - Aline Barros
"Profundo" - Ministério Mergulhar
"Maria Passa à Frente" - Padre Marcelo Rossi
"Memórias II (Ao Vivo em Belo Horizonte / 2019)" - Eli Soares

Melhor clipe musical em versão curta
"Saci (Remix)" - BaianaSystem & Tropkillaz
"Rojo" - J Balvin
"Cubana" - Bivolt
"Para Ya" - Porter Alexis Gómez
"TKN" - Rosalía & Travis Scott

Melhor álbum de engenharia de gravação
"Aire (Versión Día)" - Jesse & Joy
"APKÁ!" - Céu
"Quimera" -Alba Reche
"Sublime" - Alex Cuba
"3:33" - Debi Nova

Veja também

SP terá estátua de Tebas, o homem escravizado que comprou sua liberdade como arquiteto
Arte

SP terá estátua de Tebas, o homem escravizado que comprou sua liberdade como arquiteto

Zé Neto compartilha foto sem camisa e mostra perda de peso
famosos

Zé Neto compartilha foto sem camisa e mostra perda de peso