Escritor José Eraldo lança o livro 'O Matutês da Gente' na Bienal

O livro é um dicionário de palavras e expressões do vocabulário do interior nordestino. Nele, estão presentes 1097 palavras e 311 expressões

Lançamento do livro 'Matutês da Gente' na Bienal PernambucoLançamento do livro 'Matutês da Gente' na Bienal Pernambuco - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Por coincidência, no Dia do Nordestino, 8 de outubro, o escritor José Eraldo,62, lançou, nesta terça-feira (8), seu livro ‘O Matutês da Gente’ na XII edição da Bienal do Livro Internacional de Pernambuco.

O livro é um dicionário de palavras e expressões do vocabulário do interior nordestino. Nele, estão presentes 1097 palavras e 311 expressões. A editora Moinho é a responsável pela elaboração.

Com quatro capítulos, o livro traz questões sobre: Palavras e seus Significados; Nomes e Apelidos: a forma como as pessoas são conhecidas nas cidades do interior; Expressões Matutas; e Referência à Hereditariedade. O valor da obra é único e custa R$ 30.

Leia também:
Jornalista pernambucano lança livro sobre sobre crítica de cinema na Bienal
Sidney Rocha fala sobre literatura e a homenagem que receberá na Bienal do Livro

A obra começou a ser desenvolvida em 1994. Nos últimos seis meses, o livro ganhou maior dedicação, para ser lançado nesta edição da Bienal.

José Eraldo nasceu no município de Correntes, quase 300 quilômetros de distância da Capital. E alia sua atividade de escritor com seu trabalho na área de contabilidade.

“Precisamos dar uma manutenção da cultura popular, que é muito rica. Você vê uma matuto autêntico, ele, às vezes, não tem instrução formal nenhuma, mas tem uma sabedoria popular enorme”, explicou o autor, dando razões por realizar um livro com “palavras matutas”.

A Bienal teve início na última sexta-feira (4) e vai até este domingo (13). Com muitas atividades, palestras, oficinas e bate-papo durante a programação, o maior objetivo é celebrar a literatura.

Os homenageados desse ano são os escritores pernambucanos Solano Trindade (em memória) e Sidney Rocha.

A feira literária ocorre das 10h às 22h, com entradas entre R$ 5 e R$ 10. O ingresso social custa R$ 7, com a entrega de 1kg de alimento. Crianças de até 12 anos têm acesso gratuito.

Veja também

Morre o cantor e compositor Cassiano, de 'Primavera'
Luto

Morre o cantor e compositor Cassiano, de 'Primavera'

Inhotim volta a reabrir após dois meses sem público por causa do coronavírus
Museu

Inhotim volta a reabrir após dois meses sem público por causa do coronavírus