Literatura e fotografia

Escritoras e fotógrafas pernambucanas se destacam em circuito editorial  

A Circulação promove uma programação com rodas de conversa e oficinas gratuitas. Cinco escritoras e fotógrafas pernambucanas estão entre as participantes

Circulação Profundanças - Mulheres em DiálogoCirculação Profundanças - Mulheres em Diálogo - Foto: Renata Pires, Mariana Souto e Maria Ruana

Escritoras e fotógrafas pernambucanas marcam presença na Circulação Profundanças - Mulheres em Diálogo, que celebra em sua programação a poesia escrita por mulheres nordestinas. Rodas de conversa e oficinas serão realizadas gratuitamente, a fim de promover diálogo entre  público e as artistas. O foco desta circulação é a participação de mulheres que participaram da terceira edição do livro "Profundanças", na qual figuram nada menos do que 15 pernambucanas. Confira a programação.  

As rodas de conversa acontecem uma vez por mês entre maio e agosto, no canal do Profundanças no Youtube. Participarão desses diálogos Isabelly Moreira (São José do Egito PE), Maria Ruana (Tabira PE), Ezter Liu (Carpina PE), Mariana Souto (Olinda PE), Odília Nunes (Ingazeira-PE). 

Já as oficinas serão ministradas, em sua maioria, por pernambucanas, via plataforma virtual, sempre aos sábados à tarde, e abordarão os seguintes temas: "Pelas veredas da poesia do Pajeú", com Isabelly Moreira (PE), em 21 de maio; "Criação poética para mulheres", com Etzer Liu (PE), dia 11 de junho; e a oficina "Poesia em cena", com Odília Nunes (PE), dia 20 de agosto. As inscrições são gratuitas e serão liberadas a cada mês, com emissão de certificado.

Sobre Profundanças
A circulação celebra oito anos do circuito editorial Profundanças, um projeto independente criado na Bahia em 2014 e que, em três antologias elaboradas de forma completamente colaborativa, já publicou poemas de 51 escritoras, da Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo. 

No início de maio, foi lançado o site, onde é possível baixar todos os livros gratuitamente, conhecer mais sobre as escritoras de Profundanças e consultar as críticas acadêmicas que abordam a antologia. 

As ações promovidas pela Circulação buscam mitigar a desigualdade de gênero que ainda caracteriza o campo editorial e literário brasileiro. Uma  pesquisa realizada pela professora da Universidade de Brasília, Regina Dalcastagnè, publicada em 2012 no livro "Literatura brasileira contemporânea: um território contestado", revela que, entre 1990 e 2004, 72% dos romances publicados pelas maiores editoras brasileiras tiveram autoria de homens. 

Conexão Bahia-Pernambuco
Ao todo, 24 mulheres mulheres do Agreste pernambucano, da Zona da Mata Norte, da Região Metropolitana do Recife e também do sertão do Pajeú estão presentes nas três edições da antologia literária e fotográfica "Profundanças". A maioria delas é inédita, ou seja, ainda não tem publicado o seu livro autoral, o que consolida o projeto como uma ponte entre as escritoras e o mundo editorial. 

A idealizadora de Profundanças, a baiana Daniela Galdino, tem feito incursões por Pernambuco desde 2011 e vem encontrando mulheres e suas poesias potentes. Nesses trânsitos por várias regiões do estado percebeu que havia uma necessidade de espaço onde esses escritos pudessem ser acessados pelas/es leitoras/es. "E o incômodo maior era esse: as gavetas engolindo tantos escritos. A cena se repete em lugares tão díspares - Recife, Itabuna, Feira de Santana, Ilhéus, Garanhuns, Brumado, Salvador. Gaveta: vala comum? Dessa perturbação surgiu a ideia de organizar uma antologia literária", conta Daniela. 

Com a sua criação, o circuito editorial Profundanças tem realizado rodas de conversa em diferentes regiões de Pernambuco, mobilizando público diverso. A circulação Profundanças já passou pela UFRPE (Recife), UFAPE (Garanhuns), pelo Espaço Pasárgada (Recife), pela Aldeia Tear (Festival de Inverno de Garanhuns), Projeto no Meu Terreiro tem Arte (Ingazeira), dentre outros espaços, a partir de parcerias com universidades, coletivos artísticos, instituições culturais.

Para 2022, após aprovação pelo Fundo de Cultura da Bahia, a Circulação Profundanças será na modalidade virtual, com o objetivo de ampliar o acesso do público. Assim, a pernambucana Isabelly Moreira participa da programação do primeiro mês da circulação: "É uma alegria poder estar novamente numa movimentação de Profundanças: um projeto que agrega, que soma e que impulsiona, inclusive, outros projetos. A roda de conversa foi linda e a oficina será igualmente especial, pois partilharemos saberes e vivências por meio da palavra, da poesia contida em cada uma de nós, escritoras ou não", comenta.

A escritora Odília Nunes, que estreou em Profundanças e que também participará da programação, conta que precisou ressignificar os acontecimentos no período em que o livro estava sendo produzido. Autora de "Na terra quero ficar", Odília lembra que na época em estava se preparando para produzir o ensaio fotográfico para o livro sofreu um grave acidente de carro. O primeiro impulso foi desistir de participar. No entanto, a autora e a fotógrafa Renata Pires deram à situação um significado que ficaria para sempre registrado. "O ensaio foi um ritual de cura que senti de fazer no pós-acidente de carro", lembra. A escritora raspou os cabelos e representou esse momento na ação performática que resultou no conjunto de fotografias inseridas no livro Profundanças 3. 

O projeto Circulação Profundanças - Mulheres em Diálogo busca trazer o público para mais perto da proposta da antologia Profundanças e tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura da Bahia. A produção é da Voo Audiovisual. Mais informações podem ser acessadas nas redes sociais em @profundancas. 

SERVIÇO:

Participação de escritoras e fotógrafas pernambucanas na Circulação Profundanças - Mulheres em Diálogo. 

Rodas de Conversa e oficinas entre maio e agosto.

Produção: Voo Audiovisual.

Apoio financeiro: Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura da Bahia.

Veja também

Segundo fim de semana do São João do Recife terá 114 atrações; confira programação
São João

Segundo fim de semana do São João do Recife terá 114 atrações; confira programação

"Thor: Amor e Trovão" é comédia pastelão com apelo infantil
Crítica

Estreia nos cinemas: "Thor: Amor e Trovão" é comédia pastelão com apelo infantil