Literatura

Escritores promovem oficina de escrita a partir de narrativas pessoais

Cleyton Cabral e Paulo André Viana conduzirão 12 encontros em curso que coloca o local de fala como prioridade na escrita

Paulo André Viana e Cleyton CabralPaulo André Viana e Cleyton Cabral - Foto: Jhoni Santos/Divulgação

A partir de 1º de fevereiro, os escritores Cleyton Cabral e Paulo André Viana promoverão a oficina "Lugar de fala: oficina de escrita e contação de histórias a partir de narrativas pessoais", com o intuito de promover a escrita e contação de histórias a partir das vivências das pessoas participantes. 

O curso é fruto do incentivo da Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria de Cultura de Pernambuco, e terá duração de 12 encontros com 2 horas cada. Pessoas residentes da Zona da Mata, Agreste e Sertão de Pernambuco poderão se inscrever na oficina. 25% das vagas são destinadas a pessoas pretas, pardas ou indígenas; 20% para mulheres cis e 15% para pessoas trans/travestis e não-binárias.

Segundo os organizadores, serão propostos exercícios de escrita a partir do local de fala de participantes e o compartilhamento dela através da narração. O objetivo é criar uma visão decolonial da escrita. Inscrições vão até o dia 25 de janeira e a oficina tem classificação indicativa de 18 anos. 

Serviço:

Lugar de fala: oficina de escrita e contação de histórias a partir das narrativas pessoais, com os facilitadores Cleyton Cabral e Paulo André Viana.

De 1º de fevereiro a 10 de março (segundas e quartas-feiras), das 19h30 às 21h. Serão 12 encontros de 2 horas.

Inscrições até 25/01: http://bit.ly/oficinalugardefala

Veja também

Flaviola, ícone da psicodelia pernambucana, morre de Covid-19
Luto

Flaviola, ícone da psicodelia pernambucana, morre de Covid-19

Morre, aos 56, o baterista Flávio Guaraná, do bloco Quem tem Boca Vaia Roma
LUTO

Morre, aos 56, o baterista Flávio Guaraná, do bloco Quem tem Boca Vaia Roma