'Espero Tua (Re)Volta’: melhor filme do Cine PE 2019

Premiados foram conhecidos neste domingo (4), no encerramento da 23ª edição do Cine PE, no Cinema São Luiz

Eliza Capai, diretora do longa 'Espero Tua (re)volta'Eliza Capai, diretora do longa 'Espero Tua (re)volta' - Foto: Felipe Souto Maior/Secult PE

“Espero Tua (Re)Volta” foi o melhor longa-metragem escolhido pelo júri da 23ª edição do Cine PE, encerrada na noite deste domingo (4) no Cinema São Luiz. O documentário, de Eliza Capai, traz reflexões sobre jovens secundaristas e a recente história do país em meio a lutas estudantis.

Já “Cor de Pele”, de Lívia Perini, foi vencedor na categoria Melhor Curta Nacional e na Mostra Competitiva de Curtas Pernambucanos o filme de ficção “Coleção” levou os Calungas de Prata de Melhor Direção (André Pinto e Henrique Spencer) e Melhor Roteiro, Melhor Ator e Melhor Atriz.

Leia também:
Festival de Cinema de Triunfo inicia 12ª edição com filmes, debates e oficinas
'Cinema pernambucano só surpreende', afirma Drica Moraes, homenageada da 23ª do Cine PE

O Júri Oficial do Cine PE foi formado pela produtora cinematográfica e cultural Mônica Silveira; a produtora, diretora de fotografia e cineasta Maria Pessôa; o diretor de animação Alisson Ricardo; o roteirista Nelson Caldas Filho; o ator, diretor, produtor cultural e professor Sérgio Fidalgo; Silvia Levy, sócia da nova produtora Alef Films; a jornalista e cineasta Vânia Lima; e o professor-associado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rafael dos Santos.

Confira lista de premiados da 23ª edição do Cine PE:

Prêmio Canal Brasil 
Melhor Curta - "Apneia" (PR)

Prêmio da Crítica – Abraccine 
Melhor Curta Nacional – "A Pedra" (RS)
Melhor Longa-Metragem – "Espero Tua (Re)Volta" (SP)

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Pernambucano
Melhor Filme – “Coleção”
Júri Popular - “Mulheres de Fogo”
Melhor Direção – André Pinto e Henrique Spencer (“Coleção”)
Melhor Roteiro – André Pinto (“Coleção”)
Melhor Fotografia – André de Pina (“Quando A Chuva Vem”)
Melhor Montagem- Paulo Leonardo (“Quando a Chuva Vem”)
Melhor Edição de Som – Alisson Santos (“Quando A Chuva Vem”)
Melhor Direção de Arte – Jefferson Batista (“Quando A Chuva Vem”)
Melhor Trilha Sonora – Miguel Guerra ("S/N (Sem Número)")
Melhor Ator – Jorge de Paula (“Coleção”)
Melhor Atriz – Hermínia Mendes (“Coleção”)

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais 
Melhor Filme – “Cor de Pele”
Júri Popular – "Tommy Brilho” (CE)
Melhor Direção – Carlos Nigro (“Casa Cheia”)
Melhor Roteiro – Faustón da Silva (“A Margem Do Universo”)
Melhor Fotografia – Gustavo Serrate (“A Margem Do Universo”)
Melhor Montagem – Yan Motta (“Cor de Pele”)
Melhor Edição de Som – Jack Moraes ("#Procuram-se Mulheres")
Melhor Direção de Arte – Helga Queiroz (“Casa Cheia”)
Melhor Trilha Sonora – Bruno Vieira Brixel (“Vivi Lobo e o Quarto Mágico”)
Melhor Ator – Felipe Kannenberg (“A Pedra”)
Melhor Atriz – Petra Sunjo (“A Margem Do Universo”)

Mostra Competitiva de Longas-Metragens 
Melhor Filme – “Espero Tua (re)volta” (SP)
Júri Popular – "Abraço" (BA)
Prêmio especial do Júri - “Vidas Descartáveis” (RJ)
Menção honrosa - atrizes Izabel Santos e Rita Maia, do filme "Abraço" (BA)
Melhor Direção – Marcelo R. Faria e Rafael Moura (“Teoria do Ímpeto”)
Melhor Roteiro – Eliza Capai (“Espero Tua (re)volta”)
Melhor Fotografia – André Carvalheira – Xará (“Teoria Do Ímpeto”)
Melhor Montagem - Eliza Capai e Yuri Amaral (“Espero Tua (re)volta”)
Melhor Edição de Som – Simone Petrillo e Cristiano Scherer (“O Corpo é Nosso”)
Melhor Direção de Arte - Patrícia Nunes (“Um e Oitenta e Seis Avos”)
Melhor Trilha Sonora – André Abujamira e Eron Guarnieri (“Abraço”)
Melhor Ator – Adriano Barroso (“Teoria Do Ímpeto”)


Veja também

Novela 'Meu Bem, Meu Mal' chega ao Globoplay
streaming

Novela 'Meu Bem, Meu Mal' chega ao Globoplay

Thelma Assis cai no Criança Esperança e leva pontos na testa: 'Meti a cara no chão'
famosos

Thelma Assis cai no Criança Esperança e leva pontos na testa: 'Meti a cara no chão'