Estética intimista e sem receita prévia no festival TREMA!

Espetáculo "Noite", do coletivo português Circolando, abre o evento no Teatro Barreto Júnior, tendo a liberdade como caminho criativo

Espetáculo "Noite"Espetáculo "Noite" - Foto: José Caldeira/Divulgação

A grade de programação do TREMA! Festival tem como característica principal o foco em trabalhos de grupos pautados por uma pesquisa continuada em torno da linguagem cênica. É o caso do Circolando, coletivo português que abre a quinta edição do projeto com duas sessões do espetáculo "Noite", nesta quarta (3) e quinta-feiras (4), às 20h, no Teatro Barreto Júnior. A companhia, que visita o Recife pela primeira vez, atua no cruzamento entre teatro, dança, música e artes plásticas.

"Pouco nos interessa enquadrar nosso trabalho dentro de uma categoria específica. Sempre criamos em parceria com artistas das mais diversas áreas. Nunca procuramos uma unidade. E 'Noite' não foge disso. Para mim, é uma dança emotiva e plástica, que bebe de várias fontes", explica o diretor da montagem, André Braga. Ao lado da esposa, Cláudia Figueiredo, o artista criou a companhia em 1999, na cidade de Porto.

O espetáculo tem como ponto de partida a obra literária do poeta lusitano Al Berto, que viveu até 1997. "Os textos dele falam da noite como um lugar desconhecido, de lugares pouco frequentados da cidade e de pessoas solitárias. Tomamos isso como inspiração para seguirmos soltos o nosso próprio caminho criativo", relembra o diretor, que ministra uma masterclass de movimento, já com inscrições encerradas, nesta quinta-feira, no Teatro Barreto Júnior.

A encenação partiu de materiais-chave, como trechos de poemas de Al Berto, a trilha sonora e uma centena de pneus colocados no cenário. Todo o restante nasce da capacidade de improviso do elenco. "Não preconcebemos muito a apresentação. Ela vai surgindo durante o processo, enquanto está sendo executada", afirma. No palco, um trio de homens dança intensamente a música manipulada ao vivo por um DJ. Além do próprio André, estão em cena também Paulo Mota e Ricardo Machado.

Como seu próprio nome demonstra, o Circolando tem em sua concepção uma forte afinidade com a linguagem do circo. Essa característica foi sendo suprimida ao longo dos anos. "Noite" integra um ciclo de projetos intimistas que traçam novos horizontes estéticos para o grupo. "Buscamos sempre surpreender a nós mesmos, nos colocando em posições de risco. Temos muito medo de ficarmos acomodados. Esse espetáculo, embora acompanhe nossa trajetória de investigação, tem a pretensão de levar a gente a um lugar desconhecido", aponta.

Serviço

Abertura do TREMA! Festival 2017, "Noite"
Nesta quarta (3) e quinta-feira (4), às 20h
Teatro Barreto Júnior (Rua Estudante Jeremias Bastos, 1212, Pina)
R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
(81) 99203-0369

Veja também

Saiba o que muda para Hollywood agora que a China bateu os EUA em bilheteria
Audiovisual

Saiba o que muda para Hollywood agora que a China bateu os EUA em bilheteria

A psicodelia moderna de Petrônio e as Criaturas em novo Ep
Música

A psicodelia moderna de Petrônio e as Criaturas em novo Ep