Estreia de 'Marighella', de Wagner Moura, é cancelada

Na informação foi divulgada em nota enviada à imprensa, os produtores dizem que "a O2 Filmes não conseguiu cumprir a tempo todos os trâmites exigidos pela Ancine

Cena do filme 'Marighella'Cena do filme 'Marighella' - Foto: Divulgação / Marighella

Marcada para 20 de novembro, quando se comemora o dia da Consciência Negra, a estreia de "Marighella", cinebiografia do guerrilheiro comunista dirigida por Wagner Moura, foi cancelada por seus produtores.

A informação foi divulgada em nota enviada à imprensa nesta quinta (12). Nela, os produtores dizem que "a O2 Filmes não conseguiu cumprir a tempo todos os trâmites exigidos pela Ancine (Agência Nacional do Cinema)".

Segundo a assessoria de imprensa do longa, o cancelamento é resultado da negação de um recurso encaminhado pela produtora O2 Filmes à Ancine no final de agosto. Nele, a produtora questionava se a verba para a comercialização do filme poderia ser liberada antes da assinatura efetiva do contrato com o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), uma vez que ele estava demorando a ser finalizado.

Leia também:
Novo presidente da Ancine terá perfil conservador, diz ministro
Em ofensiva contra Ancine, Bolsonaro corta 43% de fundo do audiovisual
Transferir Ancine do Rio para Brasília custaria até R$ 1,5 bilhão

Ancine recusa pedido de reembolso de R$ 1 milhão de produtora de 'Marighella'

Na mesma ocasião, a produtora teve outro recurso negado, referente a um pedido de ressarcimento de despesas pagas com dinheiro da produtora no valor de mais de R$ 1 milhão, por meio do FSA. Em nota, a O2 afirmou que apenas pediu que a Ancine esclarecesse se essa quantia se adequava a um edital de complementação do FSA, o que foi negado pela diretoria da agência.

Então, a negação de ambos os recursos foi comemorada por Carlos Bolsonaro, filho do meio do presidente. No Twitter, ele escreveu: "Noutros tempos, o desfecho seria outro, certamente com prejuízo aos cofres públicos".

A declaração de Carlos Bolsonaro aconteceu em um momento em que o governo busca estabelecer mais controle sobre a Ancine. O presidente inclusive afirmou que pretendia extinguir a agência caso não pudesse implantar um "filtro de conteúdo" –intenção encarada como censura pelo setor.

Nesta quarta (11), Bolsonaro iniciou outra ofensiva à agência, ao apresentar no Poder Legislativo um projeto de lei que prevê, em 2020, um corte de quase 43% do orçamento do FSA, para R$ 415,3 milhões. Seria a menor dotação nominal para o fundo desde 2012, quando ele recebeu R$ 112,36 milhões.

"Marighella" estreou sob aplausos no Festival de Berlim, em fevereiro deste ano.

Inspirada na biografia escrita pelo jornalista Mário Magalhães, a produção de R$ 10 milhões acompanha os últimos cinco anos de vida do guerrilheiro, do golpe militar de 1964 ao seu assassinato, em 1969.

Veja também

Polícia encontra supostas músicas inéditas de Renato Russo
Rio de Janeiro

Polícia encontra supostas músicas inéditas de Renato Russo

Mezzo-soprano apresenta clássicos da poesia francesa no Recife
Virtual

Mezzo-soprano apresenta clássicos da poesia francesa no Recife