A-A+

Estudantes de fotografia lançam revista focada em artes visuais

Realizadores da revista 'Têmpera' buscam verba para versão impressa através de campanha de financiamento coletivo

“Tão perto, Tão Longe” “Tão perto, Tão Longe”  - Foto: Elizabeth de Carvalho e Jeff Cariolano/Divulg

Têmpera é como é chamada uma das mais antigas técnicas de pintura da qual se tem notícia, utilizada desde a Grécia Antiga por diversos artistas. É também o nome de uma nova revista de arte e cultura lançada em Pernambuco, que tem como foco a linguagem fotográfica. A iniciativa é de estudantes de fotografia, com a colaboração de diversos artistas.

A escolha do nome "Têmpera" tem a ver com a proposta da publicação. "A gente parte do pressuposto de que fotografia e pintura têm muita coisa em comum, como composição, cor, textura, luz e sombra. Esses elementos estéticos nos levam a crer que a fotografia é uma nova tecnologia para desenhar e uma herdeira da pintura, ainda que esta continue bem viva", afirma Elizabeth de Carvalho. Aluna da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), ela integra o conselho editorial da revista, ao lado da também graduanda Alícia Cohim e da ex-professora da instituição Flora Assumpção.

Ao longo de 191 páginas, a primeira edição reúne cliques de fotógrafos como Thiago Britto, Caio Danyalgil e Alline Nakamura. O leitor também pode conferir textos de especialistas e obras de artistas plásticos renomados, como Gil Vicente e Marco Buti. "Ter um material como esse realizado aqui em Pernambuco reforça o engajamento desse Estado nas manifestações artísticas e, o que é mais legal, a iniciativa de alunos que, com o apoio apenas uma ex-professora, tentam tirar do lugar comum a produção fotográfica atual", aponta.

Leia também:
Ezilda Goiana ganha exposição 'Afetos e memórias' no Sesc
Resistência e beleza em 'Agô', exposição que retrata terreiros de candomblé pernambucanos
Foto de ovo se torna publicação mais curtida do Instagram

Por enquanto, a publicação está disponível apenas em formato digital, através da plataforma Issuu. A intenção das realizadoras é oferecer ao público uma versão em papel. "A própria revista é um objeto de arte. Devido a sua diagramação e escolhas estéticas bem pensadas, queremos que ela se torne algo colecionável. Acreditamos que tê-la em mãos dá ao leitor uma experiência imersiva ainda melhor do que em frente ao celular ou computador", defende.

Benfeitoria

Para viabilizar a impressão do projeto, uma campanha de financiamento coletivo foi lançada. Por meio de doações na plataforma virtual Benfeitoria, as organizadoras almejam arrecadar R$ 55 mil. O valor será empregado na impressão e distribuição de 500 exemplares desta e de mais três edições da "Têmpera", totalizando 2 mil revistas no ano de 2019. Para quem contribuir, serão enviadas recompensas, que vão desde a própria revista até uma das fotografias presentes na edição impressa em fine art.

A intenção é distribuir o material em escolas públicas, bibliotecas e instituições relacionadas à arte. "O público abrange tanto o universitário (professores e alunos), quanto o de estudantes de escolhas públicas, além de admiradores de fotografia de uma forma geral. Queremos tornar a arte acessível às pessoas", diz.

 

Veja também

Senado decide que streaming não paga imposto para fomento do audiovisual
Streaming

Senado decide que streaming não paga imposto para fomento do audiovisual

Comissão de Cultura da Câmara retoma debate sobre espaço para filmes nacionais nos cinemas
Cinema nacional

Comissão de Cultura da Câmara retoma debate sobre espaço para filmes nacionais nos cinemas