celebridades

Ex-marido de Leticia Birkheuer nega relato de agressão: ''Infundado e difamatório''

No último domingo, 31, a atriz e modelo Leticia Birkheuer publicou um vídeo em que declara ter sido agredida pelo ex-marido, o empresário Alexandre Furmanovich

Alexandre Furmanovich foi acusado de agressão por Leticia Birkheuer Alexandre Furmanovich foi acusado de agressão por Leticia Birkheuer  - Foto: Reprodução/Instagram

Ex-marido de Leticia Birkheuer, Alexandre Furmanovich, acusado de agressão por ela, afirmou que a atriz "descumpriu determinação judicial" e que os dois tiveram somente uma "discussão acalorada".

"As demais narrativas de Leticia são inteiramente infundadas e difamatórias", comentou o empresário em nota encaminhada sobre a denúncia de agressão de Leticia nas redes sociais. Alexandre foi acusado de agredir verbalmente e ameaçar a atriz em local público e na presença do filho.

Em nota enviada ao Estadão, Alexandre explicou que a discussão surgiu porque Leticia não cumpriu a determinação judicial sobre as visitas acompanhadas ao filho, João Guilherme

Ele afirmou que possui a guarda do filho desde 2022, e que as visitas deveriam ser supervisionadas por uma assistente terapêutica, mas que foi comunicado pela profissional na ocasião "que Leticia teria dispensado os seus serviços e saído com João sem o acompanhamento determinado pela justiça".

"Infelizmente, ao confrontá-la, acabamos travando uma discussão verbal acalorada unicamente sobre a ausência da assistente terapêutica no local que, vale frisar, não aconteceu na presença de João, que estava no banheiro", disse Alexandre.

Sobre as acusações de agressão de Birkheuer, Alexandre comentou que: "As demais narrativas de Leticia são inteiramente infundadas e difamatórias".

"No mais, todo e qualquer assunto relacionado ao bem-estar e proteção do meu filho continuará sendo tratado por mim exclusivamente na Justiça", finalizou o empresário.

Nota de Alexandre Furmanovich na íntegra:

"Venho a público, considerando a crescente exposição midiática sobre o caso, me manifestar e esclarecer os últimos acontecimentos.

Há cerca de 11 anos, eu e a mãe do meu filho, Leticia, nos divorciamos e passamos a manter contatos estritamente relacionados à criação, bem-estar e saúde do nosso filho.

Em meados de 2022, por razões absolutamente íntimas e que jamais foram expostas publicamente por mim em respeito a Leticia e ao meu filho, João Guilherme passou a morar comigo em São Paulo.

Recentemente, igualmente em razão de fatos extremamente íntimos, a Justiça determinou que as visitas maternas seriam acompanhadas e assistidas por profissional contratada por mim para este fim.

No dia dos fatos, Leticia descumpriu esta determinação judicial e fui comunicado pela profissional contratada para acompanhar a visita, que Leticia teria dispensado os seus serviços e saído com meu filho sem o acompanhamento determinado pela justiça, além de ter cortado a comunicação que eu mantinha com João via celular.

Não tenho interesse algum em prejudicar, ofender ou lesionar de qualquer maneira a mãe do meu filho.

Minha única preocupação é e sempre foi a integridade física e psicológica de João Guilherme e não medirei esforços para resguardar a saúde do meu filho.

Ao receber a referida mensagem, sem notícias ou contato com meu filho, fui até o local e confrontei Leticia sobre o descumprimento da decisão judicial. Infelizmente, ao confrontá-la, acabamos travando uma discussão verbal acalorada unicamente sobre a ausência da assistente terapêutica no local que, vale frisar, não aconteceu na presença de João, que estava no banheiro.

As demais narrativas de Leticia são inteiramente infundadas e difamatórias. No mais, todo e qualquer assunto relacionado ao bem-estar e proteção do meu filho continuará sendo tratado por mim exclusivamente na Justiça que, ao contrário das redes sociais, é a seara adequada para a resolução de conflitos."

O que aconteceu?

Neste domingo, 31, a atriz e modelo Leticia Birkheuer publicou um vídeo em que declara ter sido agredida pelo ex-marido, o empresário Alexandre Furmanovich.

Na legenda, Leticia escreveu: "Meu ex-marido, pai do meu filho, gritava, em um restaurante, que só não quebraria minha cara porque estava na presença dele, de nosso filho, de uma criança", escreveu ela na publicação. "Há testemunhas. Há vídeos. Há uma segunda medida cautelar da Lei Maria da Penha em meu favor. Nada disso o deteve".

Segundo Leticia, ela se sente "insegura e vulnerável" com Alexandre. "O pai do meu filho é um "empresário do setor de joias, dono de joalheria, e que se sente muito poderoso", afirmou.

"Não se cale. Denunciem, tem pessoas aí para ajudar a gente. Denuncie o agressor, porque isso não pode ficar impune", completou.

Veja também

Boninho diz que votação para último paredão do "BBB 24" está "surpreendente"
BBB 24

Boninho diz que votação para último paredão do "BBB 24" está "surpreendente"

Quem são os finalistas do BBB 24? Conheça os perfis e relembre a trajetória
BBB 24

Quem são os finalistas do BBB 24? Conheça os perfis e relembre a trajetória

Newsletter