Artes Plásticas

Exposição "Reciclos" chega ao Recife com obras de arte produzidas com resíduos recicláveis

Itinerante e interativa, exposição "Reciclos Criando Novas Perspectivas" propõe reflexão sobre consumo e sustentabilidade em temporada na Caixa Cultural Recife, a partir desta terça (13)

Exposição Reciclos, em SalvadorExposição Reciclos, em Salvador - Foto: Magali Moraes / Divulgação

Para refletir sobre consumo, reciclagem e sustentabilidade, a exposição “Reciclos – Criando Novas Perspectivas” será aberta na próxima terça-feira (13), na Caixa Cultural Recife (Av. Alfredo Lisboa, 505 - Bairro do Recife). A mostra apresenta temporada de visitação gratuita na capital pernambucana até o dia 3 de setembro, depois de passar por São Paulo, Pindamonhangaba, São José dos Campos e Salvador.

A “Reciclos” tem idealização e realização da Rede Educare, curadoria do ativista ambiental e grafiteiro Mundano e patrocínio da Novelis e Ball Corporation via Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e Governo Federal União e Reconstrução.

Reciclagem e arte
Latas de alumínio, fios elétricos, isopor, plástico, papelão, vidro, madeira, ferro e outros metais dão vida às obras de arte da exposição itinerante, entre painéis, esculturas, instalações, objetos, vídeos e serigrafia, criadas pelas mãos de nove artistas brasileiros. A “Reciclos” está na sua segunda edição, após a primeira ter sido realizada em 2016, e sua proposta é chamar a atenção sobre o descarte de resíduos, a urgência da reciclagem e o impacto da ação do Homem no meio ambiente.

No projeto atual, a mostra cresceu em número de artistas, obras de arte e ampliou sua proposta educativa, convidando o público a participar e interagir com espaços, peças, jogos e oficinas que promovem o acesso a informações e curiosidades sobre a cadeia da reciclagem. Uma galeria de fotos atrai a atenção dos visitantes, com imagens de catadores brasileiros oriundas do livro “Recicladores de Sonhos”, realização da Rede Educare com patrocínio da Novelis, via Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura. Entre eles estão os catadores pernambucanos Roberta Pessoa e José Cardoso, da Cooperativa de Catadores Profissionais do Recife Pró-Recife.

Cada imagem da galeria acompanha áudio com depoimento do respectivo catador, que pode ser acessado da câmera do celular. O mesmo acontece na exposição, onde cada obra dispõe de audiodescrição. Alguns recursos são apresentados via QR Code e braile a fim de incrementar a experiência do visitante portador de deficiência.

Exposição "Reciclos – Criando Novas Perspectivas”, em Salvador   | Foto: Magali Moraes / Divulgação

Para todas as idades
Quem visitar a “Reciclos” pode não imaginar o desafio que cada criação representou. “Foi uma felicidade poder desafiar cada artista, e nosso desejo é que o público crie novos olhares sobre o resíduo e novas perspectivas sobre o uso desses materiais, que às vezes ocupam alguns minutos do nosso dia, podendo vir a ficar muitos e até milhares de anos no meio ambiente”, comenta o curador da exposição, Mundano, que também é fundador da ONG Pimp My Carroça e do aplicativo Cataki. Ele destaca que a exposição foi pensada para todas as idades, “mas certamente são as crianças e adolescentes que vão aproveitar mais, até porque são elas que estão aí brigando por um futuro melhor”.  

“Quando idealizamos a ‘Expo Reciclos’ em 2016, já tínhamos consciência da urgência do tema e, reconhecendo a arte como uma ferramenta poderosa de conexão e reflexão, chegamos ao conceito da exposição. O cenário de descarte inadequado continua sendo um desafio e nós, como resposta, trabalhamos para ampliar o alcance da mostra, trazendo mais recursos de interação e conscientização. A ideia é promover um grande questionamento sobre a herança que estamos deixando para o planeta e para as futuras gerações”, comenta Kátia Rocha, CEO e fundadora da Rede Educare.

“A “Reciclos” é um chamado para que o público se conscientize sobre a reciclagem e a importância da atitude de cada um nesse processo. Por meio da arte, conseguimos chamar a atenção para a causa e esperamos criar um senso coletivo de urgência em prol do planeta. A reciclagem está no centro da estratégia de negócios da Novelis, e faz parte do nosso propósito contribuir com a promoção deste tema na sociedade e com a construção de um mundo cada vez mais sustentável”, destaca Eunice Lima, diretora de Comunicação e Relações Governamentais da Novelis

“A sustentabilidade é vista como muito mais do que um tema importante para nós da Ball, estando enraizada em todos os aspectos do nosso negócio. O Brasil é uma das referências mundiais em reciclagem de alumínio, com recorde histórico atingido em 2022, de 100% de reciclagem desse material, e abriga artistas tão talentosos e capazes de fazer com que as pessoas encarem temas como economia circular de uma maneira extraordinária. Como líderes em embalagens sustentáveis de alumínio e entendendo a arte como ferramenta poderosa para levar mensagens acerca de um consumo mais consciente e a necessidade de sermos cuidadosos com o meio ambiente e responsáveis por ele, temos muito orgulho de fazer parte da Reciclos”, comenta Mariana Lima, Supervisora de Comunicação da Ball para América do Sul.

Artistas
Assinam as obras os artistas de ativismo ambiental Odé Frasão, Rodrigo Machado, Iskor, André Inea, Kelly Reis, Everaldo Costa (Ever), Bruna Serifa, Luna Bastos e Subtu. A segunda edição da Reciclos teve sua estreia em São Paulo em setembro de 2022 e seguiu para temporadas em São José dos Campos, Pindamonhanga, Salvador, sendo Recife a sua última parada.

SERVIÇO:

Reciclos - Criando Novas Perspectivas

Onde: Caixa Cultural Recife - Av. Alfredo Lisboa, 505 - Recife, 
Abertura: 13 de junho, 18h
Visitação: 14 de junho a 3 de setembro de 2023
Horário de funcionamento: - Terça a sábado, das 10 às 20h | Domingos e feriados, das 10 às 18h
Entrada gratuita

 

 

Veja também

Marcos Mion se emociona com homenagem dos pais no "Caldeirão": "Faz valer a pena"
Televisão

Marcos Mion se emociona com homenagem dos pais no "Caldeirão": "Faz valer a pena"

Dries Van Noten se despede das passarelas em Paris após quatro décadas de moda
Moda

Dries Van Noten se despede das passarelas em Paris após quatro décadas de moda

Newsletter