Exposições reúnem artistas em Olinda

Proposta inclui consumir arte nos mais variados formatos e preços, como opção para presentear no fim de ano

Integrantes do PT de Pernambuco reunidos com a Executiva Nacional do partidoIntegrantes do PT de Pernambuco reunidos com a Executiva Nacional do partido - Foto: Divulgação

 

Uma exposição coletiva com cara de retrospectiva e de expectativa recorda artistas que exibiram seus trabalhos em mostras individuais, ao longo de 2016, na Casa do Cachorro Preto, e já prenuncia alguns dos nomes que estarão nas paredes da galeria localizada na rua 13 de Maio, em Olinda. “Pilhagem” é um nome sugestivo para uma proposta que também inclui consumir arte nos mais variados formatos e preços, como opção para presentear no fim de ano.

Em sua quinta edição, a mostra abre nesta quinta (10), às 19h, e traz obras de Ayodê França, Arbos, Beto França, Bozó, Carol Merlo, Christiano Mascaro, Daaniel Araújo, Demétrio Albuquerque, Henrique Viudez, Ianah, Jeims Duarte, Joana Liberal, João Lin, Juliana Lapa, Mariana de Matos, Paulo do Amparo, Raoni Assis, Shiko, Tatiana Móes e Valeria Rey Soto. São desenhos em papel, telas, esculturas, madeiras, em óleo, acrílica, aquarela, pastel, posca, nanquim e grafite, que variam entre R$ 200 e R$ 5 mil. “A ideia é trocar o shopping pela cultura na hora de escolher o presente”, sugere a curadora e coordenadora d’ A Casa do Cachorro Preto, Sheila Oliveira. 

Segundo ela, todas as obras serão vendidas no esquema “comprou, levou”, e a cada trabalho vendido, o espaço deixado será reocupado por outro, até o fim da exposição, dia 18 de dezembro. Para que o acesso à arte se torne democrático, a gama de reproduções é grande, com oferta de cartazes, camiseta e ímãs.

Maison do Bonfim

Também hoje, no Sítio Histórico, as paredes do restaurante Maison do Bonfim, acostumadas a receber artistas, receberão obras de uma coletiva no mesmo horário, às 19h, com os “naturalistas” Feliciano dos Prazeres, Mané Tatu, Adriano Cabral e Fred Esperantino. Eles são chamados assim porque pintam juntos todos os finais de semana em alguma praia ou sítio. Outros nomes, como Marcelo Peregrino Samico, Filipe Arruda, Antonio Mendes e Bruno Monteiro foram convidados. Serão mais de 30 obras em acrílico e óleo sobre tela e desenhos. A exposição fica até 2 de janeiro.

 

Veja também

Bruno Gagliasso e Gio Ewbank ficam em ilha particular com diária de mais de R$ 20 mil
Famosos

Bruno Gagliasso e Gio Ewbank ficam em ilha particular com diária de mais de R$ 20 mil

Novo 'Missão Impossível' tem 12 pessoas do set com Covid e corre risco de novo atraso
Cinema

Novo 'Missão Impossível' tem 12 pessoas do set com Covid e corre risco de novo atraso