Falsa notícia de morte de Britney Spears é divulgada por hackers

Alguns minutos depois, um novo tweet no perfil da Sony dizia que a conta havia sido acessada por um computador diferente do usual e que Spears estava viva.

Caso o projeto seja aprovado, ele terá que ser submetido à votação do plenário da CâmaraCaso o projeto seja aprovado, ele terá que ser submetido à votação do plenário da Câmara - Foto: Divulgação

A falsa notícia de que a cantora Britney Spears, 35, havia morrido foi publicada nas contas do Twitter da Sony Music e do músico Bob Dylan na manhã desta segunda (26). As mensagens teriam sido compartilhadas por hackers.

Na conta de Dylan, foi divulgado um lamento: "Descanse em paz, Britney Spears."
"Britney Spears morreu por acidente! Mais informações em breve. #RIP Britney", dizia a mensagem publicada na conta da Sony.

Alguns minutos depois, um novo tweet no perfil da Sony dizia que a conta havia sido acessada por um computador diferente do usual e que Spears estava viva.

Contudo, o autor desta última publicação -e, provavelmente, da notícia sobre a morte da cantora- não foi a gravadora, mas o grupo de hackers OurMine Security, que invadiu em novembro o perfil de Mark Zuckerberg.

Todos os tweets foram deletados de ambas as contas. A cantora não se manifestou sobre o episódio.

Veja também

Nego do Borel apela para discurso religioso após acusações de agressão
Religiosidade

Nego do Borel apela para discurso religioso após acusações de agressão

Comparada a Satanás, Andressa Urach critica pastores da Universal
Polêmica

Comparada a Satanás, Andressa Urach critica pastores da Universal