Cultura

Fãs especulam causa de cancelamento de turnês de Ivete e Ludmilla

Cantoras suspendem séries de apresentações, que realizaram separadamente, para comemorar datas redondas da carreira; entenda

As cantora Ludmilla (à esquerda) e Ivete SangaloAs cantora Ludmilla (à esquerda) e Ivete Sangalo - Foto: Reprodução/Instagram

Fãs de Ludmilla e Ivete Sangalo vêm especulando, nas redes sociais, sobre os motivos para o cancelamento das turnês que as artistas realizariam, separadamente, neste ano, no país. As cantoras alegam que a produtora 30e — responsável pelas apresentações de cada uma — não forneceram as condições necessárias, e previstas em contrato, para que os shows pudessem acontecer em segurança. Parte do público chama atenção para o fato de que os ingressos tinham preços elevados, o que vinha gerando baixa vendagem.

Ivete Sangalo comemoraria três décadas de carreira com a turnê A Festa. Em dezembro do último ano, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, ela havia lançado o projeto com um aperitivo da série de mega apresentações, que estavam previstas para acontecer em 30 cidades do Brasil. Os preços eram iguais em todos os lugares — R$ 345, a meia-entrada social, e R$ 690, a inteira.

"Não entendo essa questão de querer fazer show no Brasil todo e cobrar isso", reclamou uma fã, por meio do X (antigo Twitter), afirmando que deixou de comprar ingresso devido ao alto valor cobrado. "Gente, esse cancelamento da turnê da Ivete soa estranho, como assim eles perceberam só agora que a produtora não ia conseguir entregar o espetáculo conforme concebido? Me parece que as vendas floparam... O Brasil não tem demanda para ingressos caríssimos em show nacional desse porte", especulou outo usuário do microblog.

O Globo entrou em contato com a produtora 30e, mas não obteve retorno até o momento. "Peço desculpa para todo mundo que se planejou, assim como eu. Parei todo a minha agenda para isso, porque era um momento que estava separando para celebrar com vocês. Mas que, infelizmente, por coisas que fogem da minha mão e do meu controle, a gente não vai conseguir viabilizar a turnê", ressaltou Ludmilla, em comunicado nas redes sociais.

A cantora celebraria uma década de carreira com uma série de apresentações em arenas e estádios de 19 cidades do país. Batizada de Ludmilla In The House, a turnê prometia uma estrutura superlativa, comparável a shows de artistas internacionais, para realizar um passeio por toda a discografia da carreira da artista fluminense, de "Fala mal de mim" (2014) a "Vilã" (2023), passando por "A danada sou eu" (2016), "Hello mundo" (2019) e, claro, "Numanice" (2020). Os ingressos tinham preços entre R$ 245 e R$ 490.

Veja também

Com brutalidade e horror, ''Imaculada'' estreia nos cinemas nesta quinta-feira (30); leia a crítica
CINEMA

Com brutalidade e horror, ''Imaculada'' estreia nos cinemas nesta quinta-feira (30); leia a crítica

Casamento do ano: veja os detalhes da cerimônia do afilhado bilionário do Rei Charles III
FAMÍLIA REAL

Casamento do ano: veja os detalhes da cerimônia do afilhado bilionário do Rei Charles III

Newsletter