Famosos

Felipe Araújo prevê 'melhor show da vida' ao voltar aos palcos após 8 meses

Com todos os protocolos de prevenção contra à Covid-19, o sertanejo voltará aos palcos

Cantor Felipe AraújoCantor Felipe Araújo - Foto: Reprodução/ Tv Globo

 Felipe Araújo, 25, se prepara para retornar aos palcos, neste sábado (28), em apresentação no Villa Country, na zona oeste de São Paulo. O show seria só mais um na lista dos mais de 20 que ele se acostumou a fazer por mês durante toda a sua trajetória, mas ganha contornos especiais por ser o primeiro após oito meses de pausa.

Com a pandemia do novo coronavírus, Araújo se apresentou apenas lives pela internet. Agora, com todos os protocolos de prevenção contra à Covid-19, ele poderá subir mais uma vez ao palco com o sentimento de que esse poderá ser um dos mais importantes de sua vida. "Estou ansioso em voltar a fazer o que mais amo e a ver o público de perto. Vou fazer de tudo para ser o melhor show da minha vida, um dos mais importantes da minha carreira. Será um dos dias que vão ficar na memória para sempre."

No repertório estarão canções como "Atrasadinha", "Espaçosa Demais", "A Mala É Falsa", "Chave Cópia" e "Amor da sua cama", além das mais recentes "Reincidente", "Conversa Confidencial", "Melhor Amigo" e "Eu Disfarço Mal Demais", do EP "Eu e Vocês", lançado em junho deste ano.

O palco será em 360 graus, com todos os fãs ao redor do cantor. Villa Country diz que o posicionamento do público será feito pela demarcação no piso de forma a garantir o distanciamento social. O uso de máscara é obrigatório e haverá checagem de temperatura na entrada. A casa abre às 20h, e os ingressos custam a partir de R$ 240.

O cantor até brinca sobre as condições em que voltará após tanto tempo na espera. "Nunca havia ficado oito meses parado desde os 15 anos. É desafio. A gente não desaprende, mas fica meio enferrujado (risos), porque não está praticando, vivendo a vida que vivia. Mas quando voltar, nas primeiras músicas já desenferruja", diz ele, para quem os aplausos do público são como "combustível".

A vida profissional de Araújo voltará a ser uma incógnita após o show deste sábado. Com o aumento dos casos de Covid-19 no Brasil e a incerteza se as casas de shows, se continuarão abertas, o artista diz não sabe quando poderá cantar com a presença de público novamente. E, apesar de ter apresentações já marcadas para dezembro e janeiro, diz estar preparado para eventuais cancelamentos.

Enquanto isso, Felipe Araújo afirma que vai compondo e se preparando para quando o chamado "novo normal" se consolidar de vez. "No começo dessa pandemia foi meio complicado. Nunca imaginei que seriam oito meses de 'folga'. Fiquei preocupado com tudo, com as pessoas. Graças a Deus foi tempo de olhar o lado bom, de aprendizado e autoconhecimento. Deu para a gente aprender e valorizar muita coisa."

PROJETOS PARA 2021 

Se depender da vontade de Felipe Araújo, o ano de 2021 vai ser promissor para o cantor. Ele quer gravar um DVD e lançar um novo disco de músicas inéditas já em janeiro. "A quarentena me deu mais tempo para compor e produzir. Tem muita coisa legal preparada. Será o melhor repertório da minha vida, estou ansioso para mostrar ao público", afirma.

Araújo compôs ao menos 40 músicas nesses oito meses. O DVD, que era um projeto para 2020, ficou para 2021 -ainda sem data ou local. Mas os fãs não vão precisar esperar até os primeiros dias do ano novo para ouvir novidades de Araújo. "Marcamos para 18 de dezembro o lançamento de um novo single, com participação de Japinha Conde, menina que tem estourado. Chama 'Você não Vale'" , adianta o artista, que não descarta uma turnê pela Europa e pelos Estados Unidos, caso a pandemia esteja sob controle.

SAUDADE QUE NÃO CABE NO PEITO 

Felipe Araújo diz que ainda é difícil subir aos palcos e não lembrar do irmão, Cristiano Araújo, que morreu há cinco anos e meio. Ele ressalta que o irmão deve estar orgulhoso de sua trajetória na música. "Ele está presente em todos os momentos, principalmente antes de eu subir ao palco. Meu maior objetivo é orgulhá-lo. Com certeza ele tem se orgulhado de mim e das coisas que conquistei. Sempre lembro dele e o imagino ele nos vendo de um lugar muito melhor do que o nosso."

Cristiano Araújo morreu em 24 de junho de 2015, aos 29 anos, em um acidente de carro quando retornava para Goiânia após um show em Itumbiara, no sul de Goiás, com a namorada, Allana, 19, que também morreu. Para homenageá-lo, Zenaide Melo, mãe dos Araújo, usou as redes sociais para comentar sobre a data em que perdeu o filho. "Hoje esta fazendo cinco anos que não vejo meu filho. Ele foi embora com sua princesinha deixando muita dor e saudade."

A mãe de Felipe Araújo disse que apesar da dor seguia se acostumando com a fatalidade e permanecia conectada com o filho. "A saudade dói muito. Saudade de suas piadinhas, de suas risadas. Longe dos meus olhos e perto do meu coração eternamente. Sempre será minha vida, minha história, minha saudade."

Araújo diz que outra perda bastante sentida foi a de Francisco Camargo, pai de Zezé Di Camargo e Luciano, que morreu na segunda passada (23). O artista, que esteve presente no velório e enterro de Francisco, diz que as famílias Camargo e Araújo são como se fossem uma só.

"Ele foi referência para mim e para meu pai. Muita gente não sabe, mas eu fiz teste para participar do filme '2 Filhos de Francisco' [2005], quando eu era bem criança. Tal qual Seu Francisco, meu pai fez de tudo para alcançar nossos objetivos de carreira", revela o músico, que diz que seu empresário é Emanoel Camargo, um dos filhos de Francisco.

 

Veja também

Cantora Amanda Wanessa pode ir para o quarto a qualquer momento, segundo assessoria
Boa Notícia

Cantora Amanda Wanessa pode ir para o quarto a qualquer momento

Influenciadora Liliane Amorim morre por complicações de lipoaspiração
Luto

Influenciadora Liliane Amorim morre por complicações de lipoaspiração