A-A+

Festival de Cannes prepara sessão em homenagem a Stallone

'Syl' será homenageado em sessão especial no Palácio dos Festivais, no dia 24 de maio, na qual apresentará imagens do 'Rambo V'

Sylvester StalloneSylvester Stallone - Foto: Nicholas Kamm/AFP

Sylvester Stallone participará do Festival de Cannes para apresentar imagens exclusivas de "Rambo V", um novo filme sobre as aventuras do veterano da Guerra do Vietnã, durante uma sessão especial em sua homenagem.

O ator de Hollywood, acostumado com papéis de personagens musculosos, postou há um ano uma foto em que ele aparecia ajoelhado anunciando o projeto.

Muito popular, Stallone já foi várias vezes a La Croisette, particularmente em 2014 para apresentar "Os Mercenários 3", com Arnold Schwarzenegger, Harrisson Ford e Antonio Banderas. Na ocasião, os astros deram um show ao desfilar em veículos blindados.

Leia também:
Promotores investigam Sylvester Stallone por agressão sexual
Cannes seleciona filmes de Kleber Mendonça, Aïnouz e outros dois brasileiros 

"Syl" será homenageado em sessão especial no Palácio dos Festivais, no dia 24 de maio, na qual apresentará imagens do "Rambo V". Após uma montagem que mostra toda sua carreira profissional, uma versão restaurada do primeiro "Rambo", de Ted Kotcheff (1982), será exibida.

Na primeira parte da série, Stallone interpreta um veterano da Guerra do Vietnã que se rebela contra a agressividade de alguns policiais em uma pequena cidade no estado de Washington. Então, nos outros três filmes, ele realiza várias missões na Ásia.

"Rambo V: Last Blood" será lançado nos cinemas no outono de 2019. O roteiro foi escrito por Matthew Cirulnik e o próprio Stallone, que voltará a interpretar o personagem musculoso.

Veja também

Com passaporte da vacina, Escolas de Samba de São Paulo voltam a ensaiar de olho na folia em 2022
Carnaval

Com passaporte da vacina, Escolas de Samba de São Paulo voltam a ensaiar de olho na folia em 2022

Projeto da UFPE e Instituto Cervantes promove arte, literatura e acessibilidade
Artes Visuais

Projeto da UFPE e Instituto Cervantes promove arte, literatura e acessibilidade