Cena Brasil

Festival em Olinda começa hoje

Além da programação musical, o evento promove Feira Social de Economia Criativa e Feira de Gastronomia de Terreiro.

Consumidores estão pessimistas com o futuro da economia, pós-eleiçõesConsumidores estão pessimistas com o futuro da economia, pós-eleições - Foto: Pixabay

 

Rock, maracatu, afoxé, reggae, dub, samba e outros gêneros musicais que compõem o caldeirão de influências da atual cena cultural pernambucana se misturam neste sábado e domingo, no palco da 14ª edição do festival Cena Brasil, em Olinda. Montado na Praça do Carmo, o evento recebe Café Preto, Juliano Holanda, Etnia e Aliados CP no sábado, e Vibrações, Coco dos Pretos e Julio Samico no domingo. 

Além da programação musical, o evento promove Feira Social de Economia Criativa e Feira de Gastronomia de Terreiro. Outro atrativo é a Marcha da Consciência Negra, que parte do Mercado da Ribeira às 16h de domingo. O cortejo será acompanhado por grupos de afoxé.

À frente do Cena Brasil desde a primeira edição, a produtora Viviane Alves opina: “Nossa principal proposta é apresentar um catálogo de tudo que há de bom na produção pernambucana atual. Mostrar essa diversidade que é tão característica”. Ela também comemora o crescente aumento do público e o patrocínio do edital Funcultura, que custeia a edição deste ano: “O público aprova e reconhece a importância do evento. É necessário investir nisso porque as pessoas sabem que se faz muita coisa boa aqui, e elas querem conhecer. É uma oportunidade boa de descobrir coisa nova, ou coisa que não ganha muito destaque”, pontua. 

A versatilidade se reflete até mesmo na escolha das atrações. O Café Preto, por exemplo, é um projeto paralelo do músico Cannibal, do grupo “punk rock hardcore Alto Zé do Pinho” Devotos. Na outra empreitada, no entanto, o peso do rock dá lugar à melodia e groove do reggae e dub jamaicanos, influência do músico desde o início da carreira.

Já Juliano Holanda, além de ter discos elogiados como “A Arte de Ser Invisível”, é um dos músicos mais requisitados da cena local, tendo tocado com nomes como Zé Manoel e Ave Sangria. Toda a programação é gratuita e tem início às 16h. No domingo, o encerramento é com DJ Abeokuta (Jedson Nobre).

 

Veja também

Ex de Dudu diz que teve caso com Gusttavo Lima quando era casado
famosos

Ex de Dudu diz que teve caso com Gusttavo Lima quando era casado

Programa do Ratinho volta a ter plateia de 30 pessoas testadas para Covid-19
televisão

Programa do Ratinho volta a ter plateia de 30 pessoas testadas para Covid-19