Festival

Festival Macuca das Artes acontece neste sábado

Será a primeira edição online do festival e totalmente gratuita, a partir das 16h, no canal do YouTube "Macuca Oficial".

Maestro Óseas é uma das atrações da MacucaMaestro Óseas é uma das atrações da Macuca - Foto: Divulgação

Evento tradicional do calendário cultural pernambucano, esse ano o Festival Macuca das Artes terá formato virtual em função da pandemia do coronavírus e contará com um line-up  100% pernambucano. Entre as atrações escaladas para compor a programação do evento, nomes como a Banda Eddie, Radiola Serra Alta, Maestro Oséas convidando Lu Maciel e Revoredo - esse último do agreste de Pernambuco selecionado através de edital, como forma de homenagear o berço do Boi da Macuca, que desfila desde 1989 no Sítio Macuca, zona rural dos municípios de Correntes-PE e Palmeirina-PE.

Apesar do formato online, a sede do evento continua no mesmo endereço. Uma estrutura para a transmissão ao vivo dos shows será montada e o evento vai contar também com a participação de Patrick Tor4, como apresentador e DJ. Ao longo da transmissão também será exibido um programa especial com conteúdos institucionais sobre a Macuca e vídeos de eventos anteriores, intercalando os shows.

Através de um Qr Code serão arrecadadas doações para a população da região, beneficiando os moradores e trabalhadores rurais do território. De acordo com a organização do Macuca das Artes, é preciso manter o legado das edições presenciais. "É necessário manter acesa a representatividade cultural do povo do lugar e continuar os benefícios socioeconômicos para esta população. A pandemia impediu uma edição presencial neste ano e nos obrigou a buscar uma realização virtual, o que automaticamente reduz impactos positivos em relação às oportunidades indiretas geradas no consumo de bens e serviços pelo grande fluxo de público visitante, que praticamente dobra a população dos povoados vizinhos ", disse.

SAIBA MAIS SOBRE A MACUCA

Fundada em 1989, a Macuca é uma entidade cultural pernambucana certificada oficialmente como Ponto de Cultura desde 2005 e contemplada nacionalmente pelo Prêmio Culturas Populares 2017, títulos concedidos pelo então Ministério da Cultura. Possui sede no Sítio Macuca, localizado na zona rural de Correntes, região agreste de Pernambuco. Manifesta-se como folguedo de rua e como evento.

Como folguedo, suas aparições acontecem através do Boi da Macuca, irreverente grupo de cultura popular surgido da imaginação do geólogo José Oliveira Rocha, o Capitão Zé da Macuca, que abandonou sua carreira profissional na área de formação para ocupar o sítio herdado de seu pai. O Capitão aprendeu a cuidar da terra e do gado, mas descobriu a existência de um boi mítico e brincante, que mantém acesos elementos vivos da cultura da região e os dissemina para além das fronteiras de Pernambuco e do Brasil.

Quanto aos eventos, o Sítio sedia o São João da Macuca e o Festival Macuca das Artes (festival de artes integradas). Fora do Sítio, são produzidos o Baile da Macuca (prévia de carnaval em Olinda) e o Forró da Macuca (prévia de São João em Olinda). Nos palcos, estiveram presentes importantes

artistas brasileiros, a exemplo de Arnaldo Antunes, Chico César, Hermeto Pascoal, Otto, Marcelo Jeneci, Siba, Luedji Luna, Mariana Aydar, Academia da Berlinda, Banda Eddie, Cidadão Instigado, Duofel, Karina Buhr, Coco Raízes de Arcoverde e Ave Sangria.

SERVIÇO

MACUCA DAS ARTES 2021

Neste sábado (30), a partir das 16h

Atrações: Banda Eddie, Radiola Serra Alta, Revoredo e Maestro Oséas convidando Lu Maciel

Transmissão no canal do YouTube "Macuca Oficial"

Veja também

Lumena recebe 61,31% dos votos e tem jornada interrompida no BBB 21
BBB 21

Lumena recebe 61,31% dos votos e tem jornada interrompida no BBB 21

Familiares autorizam holograma e voz artificial de Dinho dos Mamonas Assassinas
MAMONAS ASSASSINAS

Familiares autorizam holograma e voz artificial de Dinho