Festival na Austrália cancela mesa de escritor acusado de assédio

O escritor dominicano Junot Díaz deveria ministrar uma palestra neste sábado (05) no Sydney Writers' Festival. A denúncia partiu da também escritora Zinzi Clemmons

Junot Diaz detém um Pulitzer de ficçãoJunot Diaz detém um Pulitzer de ficção - Foto: Reprodução

O Sydney Writers' Festival cancelou uma palestra do escritor dominicano Junot Díaz que deveria ocorrer neste sábado (5), após ele ter sido acusado de comportamento sexual abusivo. Días é conhecido pelo livro "A Fantástica Vida Breve de Oscar Wao" (2007) e vencedor de um prêmio Pulitzer de ficção.

A denúncia foi feita nesta sexta (4) por outra escritora, Zinzi Clemmons, 32, autora de "O que Perdemos" (Minotauro, 2018). Ela relatou em público e na presença de Díaz durante um painel do festival que ele tentou beijá-la à força há cerca de seis anos.

Clemmons também disse no Twitter que a situação ocorreu quando ela convidou Díaz para participar de um workshop sobre representatividade na literatura, durante seu curso de graduação.

Leia também:
Jornalistas acusam de assédio vice-ministro japonês
Clube afasta técnico após denúncias de abuso sexual
Júri declara ator Bill Cosby culpado de agressão sexual


Após a denúncia de Clemmons, outras duas escritoras, Carmen Maria Machado e Monica Byrne, relataram agressões similares de Díaz nas redes sociais. Recentemente, o escritor publicou artigo na revista americana New Yorker em que relata ter sido estuprado na infância.

Veja também

Projeto recebe inscrições de fotógrafos para exposição sobre Pernambuco
Fotografia

Projeto recebe inscrições de fotógrafos para exposição sobre Pernambuco

Somax Live Sessions: festival abre alas para o Carnaval virtual 2021
Carnaval 2021

Somax Live Sessions: festival abre alas para o Carnaval virtual 2021