Festival 'Trema!' traz espetáculos polêmicos para Recife e Camaragibe

Proposta do 'Trema!' é questionar temas sociais e políticos, levando ao debate sobre quebra de padrões e possibilitando o acesso democrático à arte

Espetáculo 'Mata teu pai' faz parte das apresentações do Trema! Festival de TeatroEspetáculo 'Mata teu pai' faz parte das apresentações do Trema! Festival de Teatro - Foto: Divulgação

Começa neste sábado (26), e segue até o dia 3 de junho, o Trema! Festival de Teatro, trazendo espetáculos de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Norte e Pernambuco, e mantendo os preços democráticos e a postura polêmica que caracterizaram as edições anteriores.

"Este festival é uma barricada. Um front de peitos abertos a enfrentar essa porrada-vida. E assim, nos jogamos no abismo de mais uma edição. Talvez a mais difícil de todas. Sentimos informar. Por Marielle, por Matheusa, por tantos outros corpos extintos. Para que nada disto tenha sido em vão. Sobreviveremos", diz o manifesto na abertura do site do evento.

Leia também:
Festival de teatro TREMA! entra na reta final
Festival TREMA! leva 15 espetáculos aos teatros do Recife
Estética intimista e sem receita prévia no festival TREMA!

Apesar de ter sofrido cortes orçamentários, já que não obtiveram financiamentos via Funcultura ou Lei Rouanet, a equipe organizadora "não quis dar um passo atrás" e manteve "a pegada política" do Trema!, conforme relata o curador do festival, Pedro Vilela.

"Trouxemos novamente obras que refletem sobre o nosso tempo, nossa sociedade em colapso", aponta. "Achamos importante que o público do Recife possa ter acesso a essas e outras obras, e através da arte ampliar o debate acerca desse modelo pré-fabricado que alguns acreditam que se deve seguir", afirma Pedro Vilela.

   Arte e polêmica

Entre as apresentações mais controvertidas, se destacam "DNA de DAN", performance de Maikon K, do Paraná (o artista chegou a ser preso em Brasília e sofreu censura por mostrar o corpo nu) e "O Evangelho Segundo Jesus", de Renata Carvalho, de São Paulo (que vem sofrendo perseguição dos setores evangélicos pelo fato de uma atriz transexual interpretar a figura de Cristo; em festivais anteriores, em Porto Alegre e em Salvador, chegaram a entrar com mandado judicial para impedir a apresentação).

Um dos espetáculos mais aguardados é "Mata teu pai", da Cia Omondé, do Rio de Janeiro. A atriz Débora Lamm, mais conhecida do grande público por sua atuação cômica no cinema e em séries da Rede Globo, apresenta uma obra com viés dramático baseada no mito de Medeia, questionando valores como o feminismo e o preconceito.

"Preciso que me escutem" é a primeira frase da peça, que comemora os 20 anos de carreira de Débora e conta com a participação especialíssima de um coro de doze mulheres recifenses, que são alunas do grupo de teatro da Terceira Idade do Sesc Santo Amaro.

O Trema! ocorre em diferentes locais da cidade, como o Teatro Arraial (Rua da Aurora), o Teatro Marco Camarotti (Ses Santo Amaro) e o Centro Apolo-Hermilo (Bairro do Recife). Nesta edição, foi celebrada uma parceria com a Fundação de Cultura de Camaragibe e o festival vai se estender a esta cidade, com apresentações de espetáculos e realização de oficinas.

Serviço:
Trema! Festival de Teatro
De 26 de maio a 3 de junho
Ingressos: R$ 30 ou R$ 15 (meia-entrada)
Informações: www.tremafestival.com.br

Veja também

'4x100 - Correndo Por um Sonho' mostra superação pelo ouro olímpico
Cinema

'4x100 - Correndo Por um Sonho' mostra superação pelo ouro olímpico

Depoimento de Britney Spears sobre a tutela do pai é cercado de mistérios
Celebridades

Depoimento de Britney Spears sobre a tutela do pai é cercado de mistérios