Filme de Bárbara Paz sobre Babenco ganha prêmio em Veneza

O documentário 'Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou' venceu o prêmio da crítica independente do 76º Festival Internacional de Cinema de Veneza

Bárbara Paz no Festival de Veneza, em protesto pela AmazôniaBárbara Paz no Festival de Veneza, em protesto pela Amazônia - Foto: Divulgação

O filme “Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou”, dirigido por Bárbara Paz, conquistou o Bisato d'Oro, prêmio da crítica independente do 76º Festival Internacional de Cinema de Veneza. O documentário traça um paralelo entre a arte e a doença de Hector Babenco, revelando medos, ansiedades e reflexões do cineasta.

Famoso por filmes como “O beijo da mulher aranha” (1985) e “Pixote: a lei do mais fraco” (1980), Babenco faleceu aos 70 anos, em julho de 2016, vítima de câncer. Casado com Bárbara desde 2010, ele pediu que a companheira registrasse seus últimos anos de vida.

Leia também:
Emma Stone aparece pela 1ª vez como Cruella De Vil para filme da Disney
Netflix lança dez filmes no cinema a partir de setembro

Ao justificar a escolha do longa-metragem, o júri do festival divulgou a seguinte declaração: “porque o cinema está filmando a memória, porque o cinema está contando a história daqueles que vivem, daqueles que viveram, porque o cinema está comemorando o amor, porque o cinema é amor”. Primeiro trabalho de Bárbara como diretora e produtora, o filme deve estrear no Brasil em outubro.

Veja também

Os filmes geeks que são as apostas para 2021
Cinema

Os filmes geeks que são as apostas para 2021

Any Gabrielly, do Now United, ganha processo e deve receber R$ 70 mil do Twitter
Processo

Any Gabrielly, do Now United, ganha processo e deve receber R$ 70 mil do Twitter