Forrozão do Galo anuncia programação completa

Elba Ramalho, Musa, Jorge de Altinho e Gustavo Travassos são alguns das atrações da 10ª edição do Forrozão do Galo

Elba Ramalho, Musa e Joelma são algumas das atrações confirmadasElba Ramalho, Musa e Joelma são algumas das atrações confirmadas - Foto: Reprodução/Divulgação

A 10ª edição do Forrozão do Galo chega para agitar o clima no Recife nos dias 1° e 2 de junho, na Praça Sérgio Loreto, no bairro de São José. Este ano, o projeto se reinventa com a instalação de seis polos de animação. Na sexta-feira (1º), o público pode esperar Dani Verolli, Musa, Elba Ramalho e Jorge de Altinho. Já no sábado (2) é a vez de Gustavo Travassos, Loirão, Amigos Sertanejos e Joelma. Os dois dias de shows começam às 19h. Gratuita, a festa terá espaços especiais voltados para a música instrumental, ritmos juninos, apresentações de quadrilhas, artesanato e comida típicas. Informações: (81) 3224-2899.

 

"É a primeira vez que há essa articulação, dividir a programação em diversos polos. Vem da necessidade em ampliar o acesso do público às mais diversas formas de celebrar o folclore do São João", comenta Rômulo Menezes, um dos diretores do Galo da Madrugada. Os seis polos são: o instrumental - que apresentará a riqueza da música instrumental nordestina, como baião, xote, xaxado, com participação de bailarinos -; o raízes - com performances de grupos folclórico de coco, repente, embolada e ciranda.


Leia também:
São João de Arcoverde terá Marília Mendonça, Cordel do Fogo Encantado e Alceu Valença
São João de Caruaru irá explorar diversos ritmos
São João 2018: inscrições abertas para a Convocatória do Ciclo Junino

 

Infantil das danças - que promoverá uma apresentação de quadrilhas juninas -; o gastronômico ofertará barracas com comidas típicas; o das Artes - com cidade cenográfica e exposição de artesanato -; e o do forró - com shows e apresentações dos artistas, como Musa, Elba Ramalho, Jorge de Altinho, Gustavo Travassos e Joelma.

O Forrozão do Galo estende o objetivo de promover acessibilidade às mais diversas necessidades do público, como visita guiada para pessoas com deficiência visual e intérprete de Libras para pessoas com deficiência auditiva. "Anteriormente possibilitávamos principalmente o acesso para cadeirantes. Neste ano reiteramos o compromisso de levar nossa festa para todos", finaliza Rômulo. 

 

Veja também

Pra quando a pandemia passar: Que tal curtir uma casa na montanha no Canadá?
FOLHA TURISMO

Pra quando a pandemia passar: Que tal curtir uma casa na montanha no Canadá?

Projeto Azougue segue com ritmos do Maracatu ao Rap
Cultura Pernambucana

Projeto Azougue segue com ritmos do Maracatu ao Rap