Forrozeiro Maciel Melo vai da música para as páginas dos livros

Segundo volume de crônicas do forrozeiro Maciel Melo, "O Refúgio das Interrogações" trata de temas cotidianos e sociais. Livro será lançado no Shopping Tacaruna

Cantor e também escritor participa de tarde de autógrafos na Livraria Leitura, do Shopping TacarunaCantor e também escritor participa de tarde de autógrafos na Livraria Leitura, do Shopping Tacaruna - Foto: Gustavo Glória/Folha de Pernambuco

Ao observar o cotidiano, seu e daqueles ao seu redor, o cantor Maciel Melo não pôde se limitar apenas a compôr músicas. Passou a escrever crônicas curtas, que eram postadas semanalmente em sua conta pessoal no Facebook.

À convite da editora cearense Imeph, Maciel então reuniu mais de 100 textos em um volume intitulado "O Refúgio das Interrogações e outras crônicas" (185 págs.), a ser lançado neste sábado na Livraria Leitura do Shopping Tacaruna, em Santo Amaro, a partir das 16h.

Não é a primeira vez que Maciel Melo se aventura pelo mundo da literatura. "A Poeira e a Estrada" mistura autobiografia com elementos ficcionais. Já em "O Refúgio das Interrogações", o cantor possui plena liberdade. O artista trata de viagens que realiza para fazer seus shows, até passar por questões sociais como pobreza e miséria. "Meu processo de escrita começava como música, porém notava que o texto se alongava demais e fugia da rima e métrica que uma composição musical exige", comenta o cantor, admitindo que sempre gostou de prosa.

Leia também:
Álbum do mestre Biu Roque, enfim, vem a público
Forró Pé de Serra com Canavieros-Triovinil para iniciar a temporada junina
Ícaro Tenório lança 'Posficcional', um livro híbrido entre poesia, manifesto e ensaio


Em "O Refúgio das Interrogações", Maciel domina o gênero empregando uma linguagem acessível. "Está aí o encanto do que eu faço: é a identificação que as pessoas possuem ao ouvirem uma música minha, e agora lerem uma crônica. O cotidiano está sempre presente nos meus trabalhos", comenta.

O músico percebeu a necessidade de divulgar esses textos para além de sua escrivaninha, decidindo compartilhá-los com seu público. "Passei a postar as crônicas no Facebook, principalmente como uma forma de me divertir. Daí começou a surgir uma cobrança por parte dos seguidores, quando eu esquecia de postar eles vinham 'enfurecidos' cobrar", brinca Maciel.

De passatempo virou obrigação, e Maciel Melo recebeu o convite para realizar uma coletânea dos seus escritos. "A Imeph já tinha publicado meu primeiro livro, então foi como empurrar bêbado em uma ladeira", fala, entre risos.

   Novela

Referência pela sua musicalidade tipicamente nordestina, Maciel Melo comenta o convite que recebeu para realizar uma participação na novela "Velho Chico". "Interpretei um cantador que abria o capítulo contando uma história. Embora pequena, a importância da participação é enorme pois ajuda a valorizar a cultura da nossa terra e veicula uma das inúmeras facetas de um artista nordestino", celebra Maciel.

Com shows do circuito junino programados em cidades como Caruaru, Recife e Arcoverde, Maciel Melo evita falar da manifestação "Devolva Meu São João", quando o cantor se juntou ao coro de músicos e artistas que protestavam contra a falta de pagamentos de cachês e por inserção de outros gêneros musicais além do tradicional. "Uma hora cansa falar as mesmas coisas e as pessoas responsáveis por mudarem este cenário não ouvirem. Sigo fazendo minhas crônicas e realizando meus shows, e as pessoas seguem felizes com isso", finaliza.

Serviço:
Lançamento do livro "O Refúgio das Interrogações", de Maciel Melo
Livraria Leitura (Shopping Tacaruna, Av. Gov. Agamenon Magalhães, 153, Santo Amaro)
Neste sábado (5), a partir das 16h
Preço médio: R$ 28

Veja também

Compositor pernambucano Ciço lança single nas plataformas digitais
Música

Compositor pernambucano Ciço lança single nas plataformas digitais

Casal de herois gays se unirá aos Guardiões da Galáxia em história em quadrinhos
Marvel

Casal de herois gays se unirá aos Guardiões da Galáxia em história em quadrinhos