Cultura+

Funcultura abre inscrições para editais

Edital geral de 2017 contará com R$ 42,2 milhões para 13 áreas de atuação

O presidente da sigla, o deputado federal Ricardo Teobaldo, fez o anúncio oficialO presidente da sigla, o deputado federal Ricardo Teobaldo, fez o anúncio oficial - Foto: Divulgação

A Secretaria de Cultura do Estado publicou, no Diário Oficial desta quinta-feira (29), a distribuição dos valores do edital geral do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura) do ano que vem, que somarão R$ 42,2 milhões. Desses, R$ 17,5 milhões serão destinados ao Funcultura geral, que abrange 13 áreas. O maior montante, segundo a portaria 11/2016, ficou para a área de Patrimônio, com pouco mais de R$ 3 milhões em recursos, seguidos pela Cultura popular (R$ 2,3 milhões) e Teatro (R$ 2,1 milhões). No fim da lista, Design e Moda (com R$ 280 mil em recursos). A publicação estabelece as inscrições para o edital no período entre 2 e 31 de março de 2017.

A mesma portaria traz informações acerca do edital do Programa de Fomento à Produção em Música de Pernambuco - Funcultura 2016/2017, exclusivo para a área, cujas inscrições deverão ser feitas entre 2 e 31 de março de 2017. Este ano, o fomento para esse setor chegará a R$ 4,55 milhões, R$ 2,3 milhões a mais que o último edital.

Já o setor do audiovisual terá recursos na ordem de R$ 20,150 milhões (incluindo os R$ 10 milhões vindos do Fundo Setorial do Audiovisual) e inscrições entre 27 de janeiro e 17 de fevereiro do ano que vem, de acordo com o edital. O montante recupera parte da perda do Funcultura Audiovisual 2015/2016, que distribuiu R$ 19,980 milhões em fomento (R$ 570 mil a menos que no edital de 2014, que chegou a R$ 20,550 milhões). O último certame recebeu 431 projetos de 33 municípios pernambucanos.

A partir de 2017, a Companhia Pernambucana de Gás (Copergás) passa a contribuir com o Funcultura, com uma fatia do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) devido ao Estado mensalmente. Com isso, o Fundo passa a contar, por lei, com uma verba mínima de R$ 36 milhões.

Área/ Linguagem Total
Patrimônio R$ 3.002.000
Cultura popular R$ 2.392.000
Teatro R$ 2.130.000
Dança R$ 1.904.000
Artes plásticas, gráficas e congêneres R$ 1.796.000
Fotografia R$ 1.330.000
Literatura R$ 1.228.000
Circo R$ 1.220.000
Artesanato R$ 850.000
Gastronomia R$ 486.000
Artes integradas R$ 445.000
Ópera R$ 437.000
Design e moda R$ 280.000
TOTAL R$ 17.500.000

Veja também

Rock in Rio: festival completa a escalação de seus palcos principais; veja programação
MÚSICA

Rock in Rio: festival completa a escalação de seus palcos principais; veja programação

Tony Ramos tem alta do CTI, está lúcido e 'apresenta melhora progressiva', diz boletim médico
SAÚDE

Tony Ramos tem alta do CTI, está lúcido e 'apresenta melhora progressiva', diz boletim médico

Newsletter