Gilberto Gil deixa hospital e retorna ao Rio de Janeiro

Em tratamento desde fevereiro, o cantor foi submetido a uma biópsia do coração com o intuito de identificar as causas de sua doença

Governador Paulo CâmaraGovernador Paulo Câmara - Foto: Henrique Genecy/Folha de Pernambuco

Gilberto Gil, 73, recebeu alta nesta quinta-feira (27) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado desde sexta-feira (21) para tratamento de insuficiência renal.

O cantor publicou uma foto em suas redes sociais, anunciando seu retorno ao Rio de Janeiro, onde encerra a turnê Dois Amigos, um Século de Música com Caetano Veloso no domingo (30).

"Voltando pra casa e domingo tem a última apresentação de #DoisAmigosUmSeculoDeMusica no Rio. Aquele abraço pra todo mundo e axé!", escreveu Gil.

Em tratamento desde fevereiro, o cantor foi submetido a uma biópsia do coração com o intuito de identificar as causas de sua doença.

O episódio inspirou uma nova composição, em que Gil narra o processo cirúrgico, dizendo que a médica "mandou arrancar quatro pedacinhos" de seu coração.

Em entrevista ao "O Globo", Gil explicou que foi diagnosticado com uma síndrome cardiorrenal, uma combinação de insuficiência renal com cardíaca. Disse ainda que o tratamento tem exigido internações mensais, mas que elas não interromperam sua agenda de shows.

Em agosto, uma apresentação da turnê no Metropolitan (zona oeste do Rio) teve que ser adiada após o cantor sentir náuseas por causa de sua medicação para tratar a insuficiência renal. O show foi remarcado para o dia 30 de outubro.

Veja também

Adele nega que esteja namorando rapper e indica que só volta em 2021
Cantora

Adele nega que esteja namorando rapper e indica que só volta em 2021

Tatá Werneck nega ter deixado de seguir a sogra após briga: 'Querem que minha relação acabe'
Celebridades

Tatá Werneck nega ter deixado de seguir a sogra após briga: 'Querem que minha relação acabe'