Cultura+

Gisele Itié rebate críticas sobre denúncia de estupro no Instagram

A atriz revelou numa revista que já sofreu um abuso na adolescência

Atriz relatou a agressão que sofreu para a revista “Glamour”Atriz relatou a agressão que sofreu para a revista “Glamour” - Foto: Globo/Divulgação

 

A atriz Gisele Itié, que interpretou a personagem Zípora na novela “Os Dez Mandamentos” (Record), detalhou o estupro que sofreu quando tinha 17 anos de idade.

A primeira vez que ela tinha revelado o abuso que sofreu na adolescência foi no fim de 2016, quando havia gravado um vídeo para a campanha Nenhuma a Menos. Agora, em depoimento à revista “Glamour”, Itié lembrou que na época viajou com o namorado 15 anos mais velho - chamado por ela apenas de X. Segundo a atriz, ele colocou alguma substância na bebida dela e a estuprou enquanto dormia.

“Em dois anos iríamos nos casar. Além disso, ele respeitava minha virgindade e minha vontade de casar assim”, relatou. “Em uma boate na viagem, me lembrei da minha mãe e pedi um suco de laranja com bastante gelo no bar. Fui ao banheiro. Voltei. Bebi. Fim”, contou.

“Acordei. Olhei para o lado, e lá estava ele, dormindo. Olhei melhor e o vi nu. Susto. Me olhei. Nua. O chão forrado de garrafas vazias. Eu forrada de amnésia. Foi difícil sentar. Então vi o que eu já imaginava. Perdi a virgindade. Me perdi”, detalhou. Com terapia e o apoio da mãe, Itié conseguiu superar o estupro e voltar à carreira.

Resposta
Após a revista “Glamour” publicar o depoimento, a atriz recebeu diversas críticas na web, culpando o comportamento que ela teve com o ex-namorado -aceitando viajar com ele e dizendo que ela provocou o abuso sofrido.

Ontem, a atriz respondeu as críticas em um post no Instagram. Ela lamentou os comentários negativos que recebeu de outras mulheres e disse que elas precisam se unir para combater o machismo. “Quando nós, mulheres, somos unidas e levantamos a bandeira a favor da nossa liberdade e igualdade de gêneros, nós, mulheres, nos tornamos mais fortes para combater a sociedade machista”, declarou.

“Quando leio comentários de mulheres julgando o abuso que sofri e/ou a violência que a mulher sofre todos os dias... E julgando como? Reagindo com insensibilidade e indiferença e acreditando que a vítima ‘ajuda’ para que o agressor seja violento. Bem, é muito frustrante perceber esse tipo de reação ainda mais de mulheres”, completou.

 

Veja também

Belo e Denilson: como foi o encontro da dupla após novela por causa de dívida milionária
famosos

Belo e Denilson: como foi o encontro da dupla após novela por causa de dívida milionária

"Mesmo com tudo isso, medo de ir embora, não", diz Tony Ramos após cirurgias
RELATO

"Mesmo com tudo isso, medo de ir embora, não", diz Tony Ramos após cirurgias

Newsletter