A-A+

Grande órgão de Notre-Dame não foi atingido pelo fogo, mas corre risco

instrumento, restaurado ao longo dos séculos, mas cuja parte principal da estrutura data do início do século 15, 'está parcialmente preservado'

Órgão da Notre-Dame, antes do incêndio Órgão da Notre-Dame, antes do incêndio  - Foto: Frédéric Deschamps/Wikimedia Commons

O grande órgão da catedral de Notre-Dame de Paris "não foi queimado" no incêndio que devastou o edifício, mas sua estrutura pode ter sido comprometida, informou à AFP um dos três organistas titulares da catedral mundialmente famosa. O instrumento, restaurado ao longo dos séculos, mas cuja parte principal da estrutura data do início do século 15, "está parcialmente preservado, mas está coberto por entulho, poeira e água", afirmou Philippe Lefèvre, que toca há 35 anos o instrumento na Notre-Dame de Paris.

"Nos próximos meses, tudo isso vai secar e pode causar problemas estruturais", disse o senhor entrevistado em Montreal, vilarejo de Aude (sudoeste da França) onde reside quando não está em Paris. "Esperamos que sua estrutura permaneça estável e que, assim que possível, ele seja abrigado", acrescentou ele, observando que o instrumento é um dos maiores da Europa.

Leia também:
França pede doações e avalia danos na Notre-Dame
Estrutura principal de Notre-Dame está salva, dizem bombeiros
Grande incêndio na catedral Notre-Dame de Paris gera comoção


"O pequeno órgão, que estava sob a torre em forma de flecha, foi danificado pelo fogo", disse ele. Ele expressou seu "temor" em vista da destruição infligida à catedral, onde ele tocaria nesta quarta-feira na missa crismal, celebrada durante a Semana Santa.

Reação unânime

"Mas o pior já foi evitado, Notre-Dame ainda está de pé, e o que é reconfortante é a reação unânime de todo o mundo", tentou tranquilizar-se, observando que "Notre-Dame vive com a vida das pessoas há séculos".

Veja também

Museu Nacional manteve maior acervo de Egito antigo da América do Sul
Historiografia

Museu Nacional manteve maior acervo de Egito antigo da América do Sul

Ingressos antecipados para o Rock in Rio se esgotam em menos de 2 horas
Rock in Rio

Ingressos antecipados para o Rock in Rio se esgotam em menos de 2 horas