Punk rock

Green Day faz crítica a Donald Trump

O videoclipe feito em preto e branco com toques de vermelho e amarelo, produzido pelo espanhol Manu Viqueira

Vídeo antecipa autoritarismo e um país sob fogo e sangueVídeo antecipa autoritarismo e um país sob fogo e sangue - Foto: Divulgação

 

A banda americana de punk rock Green Day alfinetou novamente, na última segunda-feira (16), o presidente eleito Donald Trump com um videoclipe de sua nova música “Troubled Times”, que pressagia um governo autoritário e um país sob fogo e sangue. No dia festivo dedicado ao emblemático ativista dos direitos civis Martin Luther King Jr., o vídeo começa com imagens de arquivo de protestos por igualdade de direitos e mostra, depois, manifestantes que se opõem às políticas anti-imigração e anti-muçulmanos de Trump.

Entre as diversas imagens, pode-se ver Martin Luther King Jr. chorando e ativistas dos direitos civis apanhando da polícia. O videoclipe feito em preto e branco com toques de vermelho e amarelo, produzido pelo espanhol Manu Viqueira, termina com o “cogumelo” de uma exposão nuclear.

Não é a primeira vez que o Green Day dispara seus acordes contra Trump. Depois da vitória do republicano, em 8 de novembro, o cantor da banda, Billy Joe Armstrong, atacou-o diretamente durante o American Music Awards (AMA), evento realizado em Los Angeles. “Nada de Trump! Nada de KKK! Nada de fascistas americanos”, lançou Billy Joe.

 

Veja também

Josh Duhamel substitui Armie Hammer em filme com Jennifer Lopez
Celebridades

Josh Duhamel substitui Armie Hammer em filme com Jennifer Lopez

Carlos Mélo apresenta esculturas têxteis na série “Overlock”
Artes Plásticas

Carlos Mélo apresenta esculturas têxteis na série “Overlock”