Grupos de k-pop mudam agenda e cancelam eventos após morte de cantora coreana

Ela fez parte da banda f(x) de 2009 até 2015, quando saiu para seguir carreira de atriz

Sulli,ex-integrante do grupo sul-coreano f (x)Sulli,ex-integrante do grupo sul-coreano f (x) - Foto: AFP

Grupos de k-pop mudaram suas agendas e cancelaram eventos programados para esta segunda-feira (14) por conta da morte da cantora Sulli, ex-integrante do conjunto coreano f(x). Entre as bandas que anunciaram alterações estão Monsta X, Super Junior, BtoB, N.Flying, entre outros.

Sulli, que se chamava Choi Jin-ri, foi encontrada em sua casa já sem vida. A causa da morte será apurada, mas a polícia trabalha com a hipótese de suicídio.

Ela fez parte da banda f(x) de 2009 até 2015, quando saiu para seguir carreira de atriz. Em homenagem a Sulli, o Monsta X, que tinha previsto para esta segunda-feira a divulgação das primeiras fotos de seu próximo trabalho, decidiu adiar. O mesmo aconteceu com a ex-colega de grupo de Sulli, Amber J. Liu, que anunciou no Twitter o adiamento de suas "próximas atividades".

Leia também:
Ex-cantora de k-pop, Sulli é encontrada morta aos 25 anos


O grupo de k-pop Super Junior adiou o lançamento de seu clipe "Super Clap" para quinta (17), enquanto o BtoB, N.Flying, Nu'Est e FS9 adiaram transmissões ao vivo que tinham programadas para segunda e terça-feira. O cantor Kang Daniel e o grupo feminino Iz One também adiaram projetos, mesmo sem mencionar Sulli.

Veja também

Há 40 anos, assassinato de John Lennon comovia o mundo
John Lennon

Há 40 anos, assassinato de John Lennon comovia o mundo

'Fui um homem tóxico, mas jamais tive relação que não foi consensual', diz Marcius Melhem
MARCIUS MELHEM

'Fui um homem tóxico, mas jamais tive relação que não foi consensual', diz Marcius Melhem