Há 80 anos, o Brasil se despedia de Noel Rosa

Ícone do samba viveu apenas 27 anos, mas compôs quase 200 músicas que retratavam a vida cotidiana e boêmia no Rio de Janeiro

Noel RosaNoel Rosa - Foto: Divulgação

Há 80 anos, o Brasil se despedia de Noel Rosa, sambista, cantor e compositor que se tornou um ícone da música popular brasileira em seu curto tempo de vida. Suas composições bem humoradas e criativas contribuíram para a integração do samba na sociedade, na época, ainda muito marginalizado.

Foi através de Noel que a classe média alta carioca entrou em contato com o ritmo tocado nas periferias e morros do Rio e, assim, veio o reconhecimento que os artistas tanto mereciam, consolidado pelo rádio.

Noel, que nasceu no dia 11 de dezembro de 1910, tinha talento em escrever músicas que retratavam a vida cotidiana. Suas composições eram verdadeiras crônicas, e até hoje são regravadas. O artista, que viveu apenas 27 anos, impactou o Brasil.

Confira trechos e escute algumas de suas principais músicas:


- Com Que Roupa?
“Eu já corri de vento em popa
Mas agora com que roupa?
Com que roupa que eu vou
Pro samba que você me convidou?”



- Último Desejo
“Se alguma pessoa amiga
Pedir que você lhe diga
Se você me quer ou não
Diga que você me adora
Que você lamenta e chora
A nossa separação”


- Feitiço da Vila
“Lá, em Vila Isabel
Quem é bacharel
Não tem medo de bamba
São Paulo dá café
Minas dá leite
E a Vila Isabel dá samba”


- Fita Amarela
“Quando eu morrer, não quero choro nem vela
Quero uma fita amarela gravada com o nome dela
Se existe alma, se há outra encarnação
Eu queria que a mulata sapateasse no meu caixão”


- Dama do Cabaré

“Eu não sei bem se chorei no momento em que lia
A carta que recebi, não me lembro de quem
Você nela me dizia que quem é da boemia
Usa e abusa da diplomacia
Mas não gosta de ninguém”


- Conversa de Botequim

"Feche a porta da direita com muito cuidado
Que não estou disposto a ficar exposto ao sol
Vá perguntar ao seu freguês do lado
Qual foi o resultado do futebol"

Veja também

Bate-papo sobre bastidores do JGE + peça online no penúltimo dia do festival , esta quarta (27)
JGE

Bate-papo sobre bastidores do JGE + peça online no penúltimo dia do festival , esta quarta (27)

Jane Fonda receberá prêmio honorário do Globo de Ouro por seu ativismo social
Prêmio

Jane Fonda receberá prêmio honorário do Globo de Ouro por seu ativismo social