HOLLYWOOD

Harry e Meghan assinam contrato com a Netflix e lançam carreira em Hollywood

Uma série documental sobre a natureza e uma animação para inspirar mulheres estão entre os primeiros projetos previstos

Harry e Meghan MarkleHarry e Meghan Markle - Foto: Divulgação

O príncipe Harry e Meghan Markle lançaram oficialmente suas carreiras em Hollywood nesta quarta-feira (2) com o anúncio de um contrato firmado com a Netflix para a produção de filmes e séries.

O casal, que se demitiu da família real britânica e se mudou para a Califórnia, nos EUA, este ano, já tem vários projetos em andamento, embora a ex-estrela da série "Suits" Markle não tenha planos de atuar novamente.

A ideia é criar conteúdo informativo e esperançoso por meio do trabalho realizado pelos dois em em "diversas comunidades e seus arredores", segundo comunicado do duque e a duquesa de Sussex enviado à AFP. 
 

"Como novos pais, a programação familiar inspiradora também é importante para nós, assim como histórias poderosas por meio de lentes verdadeiras e reconhecíveis", disseram.

Uma série documental sobre a natureza e uma animação para inspirar mulheres estão entre os primeiros projetos previstos. Os valores do acordo não foram divulgados, mas sabe-se que a gigante do streaming tem vários anos de exclusividade garantidos.

Havia rumores sobre as ambições audiovisuais do casal há muito tempo e, nas últimas semanas, a imprensa noticiou encontros com a Disney, a Apple e a NBC Universal.

Recentemente, Harry apareceu no documentário "Pódio para Todos", sobre os Jogos Paralímpicos, enquanto Markle narrou um documentário da Disney sobre vida selvagem.

Detalhes de outros projetos com a Netflix ainda não vieram a público, mas a expectativa é que incluam séries roteirizadas e longa-metragens, bem como programas infantis.

Os dois fundaram uma ONG chamada Archewell, que deve influenciar suas novas produções. Eles já trabalharam com uma instituição de caridade que ajuda pessoas com doenças crônicas e, em junho, a duquesa se pronunciou a favor de George Floyd, homem negro morto por um policial branco.

O negócio é uma vitória para a Netflix, a maior plataforma de streaming do mundo com mais de 190 milhões de assinantes, mas que perdeu conteúdos importantes depois que os estúdios tradicionais decidiram lançar suas próprias plataformas rivais.

"Harry e Meghan inspiraram milhões de pessoas em todo o mundo com sua autenticidade, otimismo e liderança", disse Ted Sarandos, co-CEO e diretor de conteúdo da Netflix.

Veja também

Mayra Cardi diz que se arrepende de expor traições de Arthur Aguiar
Famosos

Mayra Cardi diz que se arrepende de expor traições de Arthur Aguiar

Site traz mapeamento de artesãs têxteis em Pernambuco
Artesanato

Site traz mapeamento de artesãs têxteis em Pernambuco