Calunga

Com saudade do Carnaval, Homem da Meia Noite completa 90 anos

Com o cancelamento do Carnaval de 2022 em razão da pandemia da covid-19, a agremiação tem usado as redes sociais para homenagear o seu calunga

Homem da Meia da NoiteHomem da Meia da Noite - Foto: Divulgação/ Alepe

Há 90 anos atrás, no dia 2 de fevereiro de 1932, nascia o Homem da Meia Noite, um dos mais tradicionais blocos de carnavais de Pernambuco. Com o cancelamento do Carnaval de 2022 em razão da pandemia da covid-19, a agremiação tem usado as redes sociais para homenagear o seu calunga, como é chamado o boneco de três metros e meio que abrilhanta seus desfiles.

"Convidamos a todos os apaixonados pelo Calunga a vestirem a sua camisa do Clube, nesse dia tão especial. Vamos juntos fazer essa linda homenagem? Aproveita e tira aquela foto bem legal para marcar a gente nas redes sociais", diz a postagem na página oficial do Homem da Meia Noite no Instagram, que também convida seus seguidores a conhecerem seu espaço afetivo e sede. "Hoje, as primeiras 90 pessoas que visitarem o nosso Espaço Afetivo localizado no Piso L2 do @shoppingpatteoolinda, ganharão um mini bolo de rolo. E a partir do dia 04/02/2022, as primeiras 90 pessoas que visitarem a nossa Sede Social, também receberão um mini bolo de rolo".

História
O Clube Carnavalesco de Alegoria e Crítica O Homem da Meia-Noite é um bloco carnavalesco, uma troça e uma das mais antigas agremiações a circular nas ladeiras do Sítio Histórico de Olinda. O bloco foi criado em 2 de fevereiro de 1932, pelo pintor de paredes Luciano Anacleto de Queiroz; Benedito Bernardino da Silva; o carpinteiro Sebastião da Silva; os encadernadores Cosme José dos Santos e Heliodoro Pereira da Silva, e o sapateiro Manoel Joaquim dos Santos (Neco Monstro).

A sede ficava na Rua do Amparo, nº 31. Atualmente localiza-se em frente à Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, no Bairro do Bonsucesso, no sitio histórico de Olinda. Letra e música de seu hino são de autoria do mestre Bernardino da Silva.

O bloco Surgiu como uma dissidência da Troça Carnavalesca Mista Cariri Olindense por não participarem da chapa oficial da diretoria do Cariri. Para desbancar o Cariri, que até então abria o carnaval de Olinda, o Homem saiu na meia noite do sábado de Zé Pereira e o domingo de rei Momo. Desde então o bloco abre o carnaval de Olinda, e tendo reconciliado-se com o Cariri Olindense, entrega-lhe as chaves da cidade após o seu desfile horas depois.

Em 1931 e 1932 a troça não contou com alegorias, apenas com o seu estandarte, bordado com um relógio marcando doze horas, e o boneco gigante. Desfilou sem interrupções até 1949, mas devido principalmente a problemas financeiros não desfilou de 1950 a 1953, retornando em 1954 com destinação de recursos da prefeitura. O Homem da Meia Noite é Patrimônio Vivo de Pernambuco desde 2006.

O Calunga
O homem da Meia-Noite é um dos bonecos de Olinda mais antigos e é chamado de calunga. Foi criado por Benedito Bernardino da Silva, marceneiro e entalhador e pelo pintor de paredes Luciano Anacleto de Queiroz. Conta-se que Luciano, um apaixonado pela sétima arte, foi ao cinema assistir o filme “O ladrão da meia-noite”, que conta a história de um ladrão de classe, que saía de um relógio sempre à meia-noite, cada dia de um lugar diferente, causando pânico na cidade. Impressionado com o personagem do filme, Anacleto resolveu homenageá-lo ao criar Homem da Meia Noite.

Tem um sorriso com um dente de ouro, traje um terno verde ou um terno branco e uma cartola branca. Carrega no braço um relógio que sempre marca o horário da meia-noite. Pesa quase 50 quilos, com 3,50 m de altura. O Homem da Meia-Noite é uma espécie de calunga, um personagem místico do candomblé, presente no maracatu nação ou de baque virado.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Homem da Meia Noite (@homemdameianoiteoficial)

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Homem da Meia Noite (@homemdameianoiteoficial)

Veja também

Prova do Líder: Lucas Henrique vence competição e ganha a liderança do "BBB 24" pela terceira vez
BBB 24

Lucas Henrique vence competição e ganha a liderança do "BBB 24" pela terceira vez

Big Fone e Paredão triplo: saiba como será a dinâmica do "BBB 24" desta semana
BBB 24

Big Fone e Paredão triplo: saiba como será a dinâmica do "BBB 24" desta semana