Redes Sociais

Humorista Leo Lins pode ser processado após polêmicas envolvendo autistas

Associações pediram retratação em episódio que envolveu ainda a namorada de Lins

Leo Lins, humoristaLeo Lins, humorista - Foto: Reprodução/Instagram

As publicações do humorista Leo Lins, do programa The Noite com Danilo Gentili, do SBT, em postagens recentes no Instagram podem se tornar caso de Justiça. Entidades como a Rede Unificada Nacional e Internacional pelos Direitos dos Autistas (Reunida) e associações de mães de crianças autistas pretendem acionar o humorista após ofensas feitas por ele. 

A polêmica começou no fim de semana, com a publicação de um vídeo da namorada de Leo Lins, a ex-panicat Aline Mineiro, nos Stories do Instagram. Nele, ela dizia: "Olha o Leozinho. Como em todas as festas, ele senta, não fala nada. É um pouco autista. Ele sempre é assim”. Ele respondeu à cena dizendo ser “cancelado”. 

A filmagem, no entanto, desagradou entidades e familiares de pessoas com autismo, que pediram uma retratação do humorista. Segundo eles, deveria haver um pedido de desculpas por parte dele pelo uso da palavra “autista” como adjetivo. Mas Leo Lins não só não aceitou as críticas e não se retratou, como expôs algumas pessoas que lhes enviaram mensagens privadas sobre o assunto. Em algumas publicações, chegou a usar palavras de baixo calão ao se referir às pessoas.  

Segundo noticiou o jornal O Estado de S. Paulo, nesta quarta-feira (23), uma mãe de autista registrou um boletim de ocorrência contra Leo Lins na Delegacia da Pessoa com Deficiência de São Paulo (SP). A Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência prevê que aquele que pratica, induz ou incita discriminação de pessoas por serem deficientes é punido com reclusão de um a três anos, além de pagamento de multa. Essa pena aumenta para dois a cinco anos de reclusão se a infração for cometida em meios de comunicação social ou publicações de qualquer tipo. 

Essa não é a primeira vez que Leo Lins, que se autointitula “rei do humor negro”, se envolve em polêmicas. Em julho, ao usar a mesma rede para promover um show de comédia que viria a ser realizado em São Paulo, no Drive-In Tom Brasil, ele foi acusado de transfobia e gordofobia. Entre as citações usadas na publicação, uma delas era: “Chamei sua atenção? QUE BOM, rola pro lado”. O caso despertou a indignação de várias pessoas, entre elas a modelo plus size Bia Gremion, cuja foto foi usada na postagem. Ela, inclusive, compareceu a uma delegacia, em São Paulo. 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Dia 21 de agosto em São Paulo no @tombrasilexperience e dia 23 de agosto em Brasília Turnê do show PERTURBADOR

A post shared by Leo Lins (@leolins) on Jul 29, 2020 at 9:50am PDT

Veja também

Atriz do filme 'Rebecca', da Netflix, teve ataques de pânico após fim das gravações
Streaming

Atriz do filme 'Rebecca', da Netflix, teve ataques de pânico após fim das gravações

De look novo, Andressa Urach adota postura liberal e critica evangélicos
Celebridades

De look novo, Andressa Urach adota postura liberal e critica evangélicos