Cultura+

Itaú Cultural disponibiliza dados sobre economia criativa no Brasil

Plataforma, lançada nesta segunda-feira (13) pela instituição, traz panorama econômico sobre o setor cultural e criativo brasileiro

Eduardo Saron, diretor do Itaú CulturalEduardo Saron, diretor do Itaú Cultural - Foto: Germana Macambira/Folha de Pernambuco

Com o intuito de produzir dados para a economia da cultura e para o setor da indústria criativa do Brasil, foi lançado nesta segunda-feira (13) o Painel de Dados do Observatório do Itaú Cultural, com informações disponíveis para quem quiser acessar panoramas sobre políticas públicas, mercado e cenários para artistas dentre outros desdobramentos. 

Apresentado pelo diretor do Itaú Cultural, Eduardo Saron, e pelo professor Leandro Valiati, professor do Departamento de Economia e Relações Internacionais da UFRGS, a plataforma pode ser explorada diretamente no site da instituição (www.itaucultural.org.br).

Leia também:

Itaú Cultural lança edital de emergência para área da música

Itaú Cultural cria editais de emergência para apoiar artistas na crise

Em meio à crise da pandemia, doações viram alternativa para espaços culturais

O Painel, cujas ferramentas permitem elaborar recortes por cidade, estados e regiões, de acordo com Valiati, foi elaborado sob os pilares da acessibilidade, usabilidade e clareza metodológica, eixos que segundo ele, nortearam o trabalho. "Produzir informações qualificadas é um passo essencial para que o setor seja parte de um retomada, como por exemplo a que vai ser exigida de todos nós em decorrência da crise pela qual estamos passando com a pandemia do novo coronavírus. A ideia, portanto, é provocar as pessoas para aprimorar os dados do painel, que estará em constante evolução", explica o professor. "Ajudar a ter ações estruturantes para que os setores sejam reconhecidos e ocupem o seu lugar de direito na estratégia de desenvolvimento econômico", complementa.

A iniciativa, pensada no segundo semestre de 2019 e posta em prática a partir desta segunda-feira, traz referências de outras pesquisas específicas que produzem informações sobre economia da cultura, mas com o diferencial, de acordo com Saron, de "esboçar uma metodologia clara, com a ideia de tornar as lentes de acesso menos míopes e mais conectadas com a clareza, já que existem informações, dados na economia criativa mas há pouco diálogo e análise desses dados".

Ainda segundo o diretor do Itaú Cultural, a ideia é que a plataforma esteja em constante aprimoramento, uma vez que ele espera ter dados atualizados por outras bases, a exemplo de academias e pesquisadores que podem contribuir para manter o banco de informações sempre "em dia".


 


 

 

 

 

 

 

 

 

Veja também

Atriz Anne Heche é retirada do suporte vital após acidente
Acidente

Anne Heche é retirada do suporte dois dias após ser declarada legalmente morta

Advogados de Julian Assange processam a CIA
Investigação

Advogados de Julian Assange processam a CIA