Janela Internacional de Cinema do Recife tem programação com filmes "alternativos"

Festival Janela de Cinema, que segue até domingo, investe em filmes intrigantes em seu programa dedicado aos Clássicos

Júlio Delgado (PSB) é deputado federal por Minas GeraisJúlio Delgado (PSB) é deputado federal por Minas Gerais - Foto: Divulgação

 

Assim como anos anteriores, a edição deste ano do programa Clássicos do Janela, dentro da programação do Janela Internacional de Cinema do Recife, preza não apenas por filmes já estabelecidos na história do cinema (estão na programação deste ano: “Pinóquio” e “Apocalypse Now”) como também outras obras que embora sejam vigorosas e intrigantes permanecem circulando em ambientes alternativos.

Nestas terça (1º) e quarta-feira (2), são três destaques: “Eles Vivem” (1988), de John Carpenter (com sessões na terça, no Cinema São Luiz, às 22h, e sábado (5), às 14h10, no Cinema do Museu), “O Porteiro da Noite” (1974), de Liliana Cavani (terça, às 21h10, no Cinema do Museu) e “Sedução e Vingança” (1981), de Abel Ferrara (quarta-feira, às 19h, no Cinema do Museu, e quinta-feira (3), no São Luiz, às 22h50).

O longa-metragem de Carpenter é um cativante exercício baseado na fusão dos gêneros ação e ficção científica, como estratégia de comentar os desvios de uma sociedade pautada pela hierarquia de classe e certos excessos das regras capitalistas. No enredo, John (Roddy Piper) encontra um óculos escuros que o permite ver uma realidade que permanecia oculta: alienígenas controlam a sociedade através de mensagens subliminares nas propagandas. É quando o filme assume as propriedades de gênero e se torna um impressionante testemunho sobre excessos de uma sociedade que parece evoluir atropelando noções básicas de humanismo.

Abel Ferrara é outro cineasta de alta voltagem que costuma ficar restrito a uma certa cinefilia. O Janela apresenta “Sedução e Vingança”, cujo enredo repercute questões contemporâneas: a atriz Zöe Lund interpreta Thana, que após ser estuprada começa uma jornada de vingança contra homens pelas ruas de uma Nova Iorque suja e sombria. O cinema italiano é contemplado no festival através de “O Porteiro da Noite”, de Liliana Cavani. O filme se passa em Viena, em 1957. Uma sobrevivente do campo de concentração (Charlotte Rampling) encontra trabalho em um hotel, onde reencontra o nazista que a torturou (Dirk Bogarde).

Karaokê

Uma novidade desta edição do Janela de Cinema é o programa Cine Karaokê. Os criadores do festival, Kleber Mendonça Filho e Emilie Lesclaux, fizeram uma parceria com o festival Sofilm Summercamp, de Nantes, na França. A proposta da atração é oferecer a oportunidade para o público cantar junto cenas clássicas, protagonizadas por Marilyn Monroe, Serge Gainsbourg, Tom Cruise e John Belushi, entre outros. O evento será à 0h30, no Haus Lajetop & Beergarden, no Pina.

 

Veja também

Em A Fazenda 12, Biel infringe regra, Poder da Chama é anulado e Raissa está fora da roça
Reality Show

Em A Fazenda 12, Biel infringe regra, Poder da Chama é anulado e Raissa está fora da roça

Poeta pernambucano Solano Trindade inspira espetáculo online
Teatro

Poeta pernambucano Solano Trindade inspira espetáculo online