João Falcão confessa ter Pernambuco como inspiração

Prestes a receber o prêmio da APCA por "Gabriela, um musical", diretor de teatro, televisão e cinema está no Recife para ministrar oficina e comenta atual momento da carreira

João Falcão, diretorJoão Falcão, diretor - Foto: Divulgação

O diretor pernambucano João Falcão volta à capital pernambucana para ministrar a oficina "Arte dramática em verso e prosa", de hoje a sexta-feira, na Torre Malakoff. Com inscrições já esgotadas, o curso tem como público alvo jovens artistas da cena teatral local.

"Vou tentar fazer com esses participantes o que eu faço quando pego um elenco para uma peça. Quando começo a trabalhar com os atores, nunca tenho o texto pronto. Vou exercitando a criação de cenas, através de músicas e exercícios de atuação", revela.

Na próxima segunda-feira, o artista recebe das mãos da Associação Paulista de Críticos (APCA), no Teatro Municipal de São Paulo, o prêmio de melhor diretor teatral de 2016 por "Gabriela, um musical". Vivendo no Rio de Janeiro desde a década de 1990, o dramaturgo, roteirista, compositor e encenador lembra com carinho do início da carreira, no Recife.

"Quando saí de Pernambuco, já estava há quase 15 anos trabalhando com teatro e televisão. Foi aqui onde ocorreu minha formação, meu lugar de experimentação e fonte de inspiração até hoje", afirma.

Para o diretor, a experiência de dar uma oficina aqui é também uma oportunidade de estar em contato com o que a cena teatral pernambucana contemporânea. "Consigo conferir o que o cinema pernambucano produz, mas com o teatro, que é uma coisa ao vivo, é muito mais difícil. Muito me interessa saber o que o pessoal de teatro recifense está fazendo", confessa. As aulas são gratuitas e contam com apoio do OMA Bistrô.

Após um período de seis meses na Europa, João está voltando aos poucos aos projetos. Por enquanto, não há nada confirmado no teatro ou na televisão, mas ele já analisa propostas. A única certeza é o desejo de viajar pelo Brasil com "Gabriela, um musical", que cumpriu temporada em São Paulo, no ano passado.

"É um espetáculo grande, com pouco patrocínio, mas uma ótima repercussão. Precisa ser visto por mais pessoas", defende. No cinema, o criador supervisiona o roteiro de "Entre risos", filme baseado nas aulas-espetáculo do escritor Ariano Suassuna, cujo texto está sendo escrito por Tatiana Maciel.

João Falcão é responsável por levar aos palcos alguns dos maiores sucessos do teatro musical brasileiro das últimas décadas, como "Cambaio" (2001), "Gonzagão: A lenda" (2013) e "Ópera do malandro" (2014).

"Há condições de se fazer muitos bons musicais no Brasil, porque a nossa musicalidade é muito diversa. Mas ainda considero que esse gênero está em desenvolvimento no País. O que recebe muito investimento é o que vem de fora, os espetáculos importados da Broadway e adaptados por aqui. Ainda são poucos os que acreditam numa identidade própria", opina.

Veja também

Renata Sorrah será a nova vilã da continuação de 'Verdades Secretas'
Streaming

Renata Sorrah será a nova vilã da continuação de 'Verdades Secretas'

Morre icônico jornalista dos EUA Larry King, de Covid-19
Coronavírus

Morre icônico jornalista dos EUA Larry King, de Covid-19