Famosos

João Guilherme, Rafael Cardoso, Igor Rickli e Nego Di: entenda o que causou o climão entre artistas

React do humorista gaúcho provocou desentendimento entre os atores

Rafael Cardoso, Nego Di e Igor RickliRafael Cardoso, Nego Di e Igor Rickli - Foto: Reprodução

A internet foi palco de um climão entre três atores e um humorista nesta quinta-feira (29). Tudo começou quando Nego Di publicou em seu perfil do Instagram um vídeo no qual fazia comentários sobre uma roupa usada pelo influenciador João Guilherme.

"Vamos ser sinceros, não precisa de toda essa alegoria, essa perfumaria pra dar o rabo. O cara quando bota esse tipo de look está com a placa atrás escrita: ‘enfie’ ", disse Nego Di enquanto mostrava o look usado pelo filho do cantor Leonardo.

Os comentários do humorista gaúcho foram considerados homofóbicos por muitos usuários. Outros, acharam graça e compartilharam o conteúdo. Foi o caso do ator Rafael Cardoso. Ao compartilhar em seu próprio perfil o react do ex-BBB, Cardoso escreveu na legenda: "Bah, negão, estou contigo!".

O ator também foi bastante criticado. Houve quem lembrasse da suposta traição que ele cometeu enquanto estava casado. Outros levantaram um boato de que Rafael Cardoso já se envolveu com o ator Igor Rickli, que hoje é marido da cantora Aline Wirley.

Envolvido na discussão, Rickli, por sua vez, fez questão de se pronunciar. Ele repostou o vídeo de Nego Di acompanhado da seguinte legenda: "É mesmo uma inversão de valores, estou contigo, João Guilherme".

João Guilherme usava um cropped durante a Semana da Moda em Paris. Após o episódio, segundo o colunista Lucas Pasin, da UOL, a assessoria de Rafael Cardoso disse que "ele quis dar uma força para o Nego Di, achou que era um conteúdo bacana e acabou compartilhando sem assistir".

Em seu Instagram, Nego Di fez um vídeo se defendendo dos ataques por conta do react. "A piada que eu fiz não tem nada a ver com sexualidade. É piada, não tenho nada contra ninguém", disse o gaúcho. João Guilherme também se pronunciou. Nas suas redes, o ator escreveu um longo texto argumentando que homofobia é crime, ressaltando que estamos no mês do orgulho LGBTQIAPN+.

"O vídeo do 'comediante' é discriminação fantasiada de piada, e é importante que isso fique claro", escreveu João Guilherme. "A gente vive em um país que matou mais de 250 pessoas em crimes relacionados a sua orientação sexual ou ao gênero só em 2022", continuou.

Veja também

Samuel de Assis é eliminado na 'Dança dos Famosos'
DOMINGÃO

Samuel de Assis é eliminado na 'Dança dos Famosos'

Com saída de Eliana, Celso Portiolli é escolhido para comandar SBT aos domingos
MUDANÇAS

Com saída de Eliana, Celso Portiolli é escolhido para comandar SBT aos domingos

Newsletter