Jorge Vercillo apresenta show "Nas Minhas Mãos" no Teatro Guararapes

O cantor e compositor Jorge Vercillo traz ao Teatro Guararapes, hoje, a sua turnê “Nas Minhas Mãos”, que bebeu em fontes diversas para sua realização

Cantor vem ao Recife com nova turnêCantor vem ao Recife com nova turnê - Foto: Divulgação

Celebrando 25 anos de carreira, o cantor e compositor carioca Jorge Vercillo, projetado nacionalmente nos anos 2000, chega ao Recife com a turnê “Nas Minhas Mãos”, que passeia pelas clássicas canções e por novas composições. Com repertório essencialmente autoral, a apresentação, que antecipa o lançamento do álbum, caminha por estilos e universos bem diferentes dos percorridos pelo cantor até hoje. O show será apresentado no Teatro Guararapes, hoje, às 21h30. Os ingressos custam a partir de R$ 52, à venda na bilheteria do teatro, lojas Ticket Folia e site Eventim.

O show

“O show tem os dois momentos, com uma nuance do intimista e do grandioso também. É um show dançante e vibrante”, explica Vercillo. Questionado sobre mudanças musicais, ele responde: "É preciso e importante que haja renovação das músicas, ainda mais para nós cantores compositores, que queremos e devemos compartilhar novas reflexões sobre o mundo que nos cerca", comenta Jorge, que, com toda sua versatilidade, ao longo do ano, modifica o repertório da turnê, adicionando outras músicas do novo álbum e trocando algumas.

Leia também:
Aberta venda de ingressos para show de Roberto Carlos no Recife
Madonna faz show politizado e sem celulares em NY
'Transparent': última temporada em forma de musical de cem minutos


No setlist, estão as novas “Fantasias”, samba gravado em parceria com o cantor Thiaguinho, e a pulsante “Nas Minhas Mãos”, que se junta a músicas queridas do público que não são cantadas por Vercillo há um tempo, a exemplo de “Você é Tudo” e “Avesso”. Além de sucessos como “Que Nem Maré” e “Final Feliz”. “Final Feliz" e "Que Nem Maré" são duas que não podem faltar, mas também teremos as inéditas do álbum Nas Minhas Mãos, que também foi feito com muito carinho. "O show vai ser lindo, com certeza”, pontua o artista.

A turnê traz a novidade de Jorge subir ao palco ao lado de seu filho, Vini Vercillo, no vocal e na guitarra. "A gente canta juntos uma música dele que eu gravei, chamada 'Song For U'. A música ainda é inédita e será lançada no meu novo álbum. E está sendo uma experiência muito prazerosa para a gente", celebra. A banda conta, também, com o coprodutor do álbum e diretor musical André Neiva (contrabaixos e vocais), Misael da Hora (teclados e vocais) e Claudio Infante (bateria).

O álbum

O álbum dialoga com vários estilos e universos bem diferentes. Mostra não só a mistura do Brasil, mas a pluralidade de Vercillo. “É um álbum assumidamente eclético, talvez porque eu seja uma pessoa plural que busca aceitar a totalidade e o outro como ele é, não fazer do outro a minha própria imagem e semelhança. Esse disco tenta refletir a minha música trazendo a lente melódica e poética dessa realidade que estamos vivendo, seja no samba, no pop, na política, enfim, um disco hermético, onde eu saio muitas vezes da minha zona de conforto e dialogo com outros estilos e universos”, justifica.

A cantora Ana Carolina também participa de uma das faixas, "Nas Minhas Mãos", que carrega o nome do álbum e tem a batida do funk. Jorge versa, ainda, sobre a conexão do ser humano com a natureza em algumas músicas, a exemplo de ”Índia de Itapuã”. A parceria com Jota Veloso é também uma homenagem à sua esposa, a baiana Martha Suarez, com a canção “Paraíso Estendido”.

Em parceria com o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, a canção "Garra" tem cunho político e dialoga sobre corrupção e justiça. Vercillo contou do desabafo e da essência da música. “Enquanto várias pessoas evitam falar de política, o Ronaldinho teve a coragem de gravar um protesto pedindo unificação do povo brasileiro. Agradeço muito a ele por ter aceitado o meu convite e pela coragem. 'Garra' é um desabafo do cidadão brasileiro”, comenta. Na letra, Vercillo caracteriza a figura mítica de São Jorge como o justiceiro com que os corruptos irão prestar conta pelas ações contra o povo do Brasil. Com sons que mostram a pluralidade do povo brasileiro, o disco tem produção do próprio artista e as músicas estão sendo lançadas aos poucos, nas plataformas de streaming.

Veja também

'A Caminho da Lua' é arma da Netflix para desbancar império animado da Disney
streaming

'A Caminho da Lua' é arma da Netflix para desbancar império animado da Disney

Bruna Marquezine cai do salto e lembra Salete, de 'Mulheres Apaixonadas', em estreia como youtuber
Famosos

Bruna Marquezine cai do salto e lembra Salete, de 'Mulheres Apaixonadas', em estreia como youtuber