Jorja Smith lança seu primeiro álbum, 'Lost & Found'

Aos 21 anos, a cantora britânica Jorja Smith já trabalhou com Kendrick Lamar, Drake e Kali Uchis. Agora, ela estreia seu primeiro disco 'Lost & Found'

Jorja SmithJorja Smith - Foto: Reprodução/Instagram

Há cerca de três anos que a música pop vem sofrendo transformações, com consagradas artistas do gênero passando a experimentar novas sonoridades. Rihanna, Beyoncé, Lady Gaga e Kylie Minogue são alguns nomes que podemos destacar. Essa espécie de "recuo" do pop abriu espaço para que novas artistas surgissem, além desse segmento mais "mainstream". Aos 21 anos, a britânica Jorja Smith apresenta um forte candidato ao álbum R&B de 2018, com seu disco de estreia "Lost & Found".

Jorja Smith já vinha se destacando dentro do cenário musical, mesmo sem um disco solo. Lançando apenas singles e trabalhando com nomes como o rapper Kendrick Lamar - ambos fazem parte da trilha sonora do filme "Pantera Negra" - Drake e Kali Uchis, Jorja então apresenta 12 faixas que contam várias fases de uma vida amorosa conturbada. Sentimentos de perda, ganho, amor e redenção permeiam o álbum.

Leia também:
Kali Uchis lança seu primeiro disco, 'Isolation'
Kylie Minogue erra a mão ao tentar ser country
Trilha sonora de 'Pantera Negra' se encontra entre as mais ouvidas


É difícil destacar quais músicas do "Lost & Found" merecem mais atenção, pois todo ele é completamente interessante e imperdível. A faixa-título inicia a sequência, em uma batida suave com a voz da Jorja tentando apresentar a atmosfera de melancolia que habita em todo o disco. Em seguida, "Teenage Fantasy" talvez seja a que mais fale com pessoas que estão entrando na vida adulta.



A necessidade de pertencimento e de se sentir amado continuam lá, embora seja algo que não deva mais ser confessado. "Where Did I Go?" já havia sido divulgada, sendo uma das canções mais conhecidas da cantora. Ainda que seja mais fácil classificar o trabalho como um autêntico R&B, não existe uma limitação por parte da Jorja Smith, que mantém o ritmo que o rap pede em praticamente as canções. Em "Lifeboats", Jorja executa um "freestyle" que imediatamente lembra Lauryn Hill e seu inesquecível "The Miseducation of Lauryn Hill".

   A cada novo play

Porém, Jorja Smith reserva o melhor para o final. "Goodbyes", "Tomorrow" e "Don't Watch Me Cry" amolece o coração. O frescor e a força do "Lost & Found" atingem várias faixas etárias. Quem passou dos vinte, talvez se lembre das angústias dessa época. Quem ainda vive esses anos, ouve sua realidade sendo contada impiedosamente por uma pessoa que também está passando pelo mesmo. "Lost & Found" se constrói a cada novo "play" executado no aparelho de som ou no aplicativo de música mais próximo.

Serviço:
"Lost & Found", de Jorja Smith
Gravadora: Because Music
Disponível nas plataformas digitais

Veja também

Fernandes lança sua nova música, 'Norte', nas plataformas digitais
Música

Fernandes lança sua nova música, 'Norte', nas plataformas digitais

F(r)icções: inscrições abertas para oficina online e gratuita sobre crítica de cinema
Audiovisual

F(r)icções: inscrições abertas para oficina online e gratuita sobre crítica de cinema