Josildo Sá

Josildo Sá em comemoração ao Samba de Latada

Músico pernambucano celebra o disco nesta sexta-feira (4), em show no Clube das Pás

Jorge Waquim é filósofo pela Universidade Paris Nanterre e tradutor. Jorge Waquim é filósofo pela Universidade Paris Nanterre e tradutor.  - Foto: Divulgação

Em 2016 completam 10 anos que o cantor Josildo Sá e o maestro Paulo Moura gravaram juntos o CD “Samba de Latada”, que deu um novo sentido para o samba nordestino. E, dando continuidade às celebrações dessa data, o artista sobe ao palco do Clube das Pás nesta sexta-feira (4), trazendo os sucessos de sua carreira. Fazem participações especiais como convidados Irah Caldeira e Maestro Spok. A abertura fica por conta da Orquestra das Pás, residente da casa. Os ingressos são gratuitos até as 20h, passando a custar R$ 10 (preço único) depois desse horário.

O objetivo do show é trazer uma carga mais emocional. “Quero homenagear Paulo Moura , João Silva. O show é pra fazer uma homenagem a quem fez o projeto acontecer”, afirma Josildo. Para o repertório do show foram selecionadas músicas que contam a carreira do cantor como “Pra não morrer de tristeza”, “Quixabinha”, “Tem frevo na latada” e “Forró de Mané Vito”.

Usando elementos do samba de latada, Josildo Sá já deu roupagem a gêneros musicais como frevo, “forró de vaqueirama” e o forró pé-de-serra. “A latada tem muita personalidade, mas se comunica muito bem com outros ritmos. Precisamos mostrar que nossa raiz é muito suingada e para isso temos que nos juntar com outros ritmos. E eu já venho articulando isso desde Chico Science, que me inspirou muito nesse sentido”, comenta o cantor.

Depois de dez anos do projeto “Samba de Latada” já é possível afirmar que ele deixará um grande legado, que já pode, inclusive, ser observado agora. “A principal característica do samba de latada é a valorização do músico, do instrumento, da música em si. O principal legado são as parcerias que surgiram, esse diálogo entre os ritmos”, exalta o artista.

No começo do ano que vem está programado o lançamento do CD e DVD “Sons da Latada”, que reflete as influências do cantor, com participações de artistas como Cezzinha e Cesar Michiles. “Tem muito pano pra manga ainda”, brinca Josildo.

Serviço
Josildo Sá - 10 anos do “Samba de Latada”
Quando: Nesta sexta-feira (4), às 20h
Onde: Clube das Pás (rua Odorico Mendes, 263 - Campo Grande, Recife)
Quanto: Entrada grátis das 17h às 20h. Depois desse horário, R$ 10 (preço único)

Veja também

Alok anuncia live especial de fim de ano com superprodução para 5 de dezembro
LVE

Alok anuncia live especial de fim de ano com superprodução

Navegue na edição digital da Folha de Pernambuco
Folha de Pernambuco

Navegue na edição digital da Folha de Pernambuco