A-A+

Judeus de Miami acusam Roger Waters de antissemitismo

Ex-baixista e vocalista do Pink Floyd pede há anos que outros músicos que não se apresentem em Israel para promover um boicote cultural

Roger Water, ex-Pink FloydRoger Water, ex-Pink Floyd - Foto: Reprodução/ Instagram

Uma organização de judeus em Miami criticou, nesta quinta-feira (13), o músico britânico Roger Waters por seu suposto antissemitismo, manifestado pouco antes de um show do cofundador do Pink Floyd nesta cidade da Flórida.

O ex-baixista e vocalista da lendária banda vem pedindo há anos a outros músicos que não se apresentem em Israel para promover um boicote cultural - liderado pelo movimento palestino Boicote, Desinvestimento, Sanções (BDS) - contra os assentamentos judeus.

"O antissemitismo e o ódio não são bem-vindos em Miami", disse em um comunicado a Federação Judaica de Miami. "Senhor Waters, pare de pedir apoio ao boicote cultural de Israel".

"Pare de usar sua plataforma musical para cuspir sua retórica venenosa e cheia de ódio, usando símbolos antissemitas e linguagem anti-israelense em suas apresentações", acrescentou a organização.

O músico de 73 anos tem show marcado esta noite na American Airlines Arena como parte da sua turnê "Us + Them Tour", na que promove seu álbum solo "Is This the Life We Really Want?" e toca algumas canções do Pink Floyd.

O movimento BDS promove o boicote a produtos e serviços vinculados à construção de colônias israelenses nos territórios palestinos.

Veja também

Nova galeria movimentará as artes na Zona Sul do Recife
Artes Visuais

Nova galeria movimentará as artes na Zona Sul do Recife

Nova 'Malhação' terá autores novatos e retratará a pior escola do Brasil
Novelas

Nova 'Malhação' terá autores novatos e retratará a pior escola do Brasil