SECA

Juiz barra show milionário de Gusttavo Lima em cidade em emergência pela seca

Astista havia sido contratado por R$ 1,3 milhão; juiz vetou repasse do valor

Gustavo LimaGustavo Lima - Foto: Divulgação

A Justiça da Bahia suspendeu o show do cantor Gusttavo Lima que estava previsto para ocorrer na próxima sexta-feira, 9, na festa da padroeira de Campo Alegre de Lourdes.

A cidade, que tem 30 mil habitantes, fica no Norte da Bahia, na divisa com o Piauí, e está em situação de emergência por causa da seca.

O juiz Vanderley Andrade de Lacerda proibiu a prefeitura de repassar qualquer valor ao artista. Gusttavo Lima foi contratado por R$ 1,3 milhão. Ele não é alvo do processo.

Se descumprir a decisão, o prefeito Enilson Marcelo Rodrigues da Silva (PCdoB) pode responder pelo crime de desobediência. O Estadão procurou a prefeitura, que ainda não se manifestou.

Ao mandar suspender a apresentação, o juiz considerou que o valor do cachê é desproporcional para o orçamento da cidade. Também destacou que não houve estudo sobre o retorno econômico que a apresentação poderia gerar.

"O alto custo da realização do show 'Gusttavo Lima' é desastroso diante da capacidade financeira e orçamentária do município, que encontra-se em declarada situação de calamidade pública, recebendo verbas para investimento na cultura em quase quatro vezes inferior ao valor pago a banda", escreveu.

A decisão atendeu a um pedido do Ministério Público da Bahia. O órgão defende que o dinheiro deveria ser investido em áreas essenciais, como saúde, educação e saneamento.

Veja também

Quem é Mamie Laverock, atriz da série 'Quando chama o coração' que sofreu uma queda de cinco andares
Canadá

Quem é Mamie Laverock, atriz da série 'Quando chama o coração' que sofreu uma queda de cinco andares

Morre o humorista Joaquim Lopes Salgado, de 'A Praça É Nossa'
Luto

Morre o humorista Joaquim Lopes Salgado, de 'A Praça É Nossa'

Newsletter