BBB 21

Juliette recebe alta honraria da Assembleia Legislativa da Paraíba

A participante do reality recebeu a Medalha Epitácio Pessoa

Juliette é homenageada pela ALPBJuliette é homenageada pela ALPB - Foto: ALPB

Juliette Freire, uma das participantes mais cativantes de todas as edições do Big Brother Brasil, recebeu a mais alta honraria da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Dentro do BBB 21, apesar de sofrer xenofobia, ela conseguiu destacar o turismo, a gastronomia e a cultura da sua terra natal. Por isso, todos os 36 parlamentares da Casa Epitácio Pessoa concordaram em dedicar a Medalha Epitácio Pessoa para a paraibana participante do BBB 21. 

A oficialização da homenagem aconteceu na terça-feira (13), por meio de uma sessão virtual. Os parlamentares destacaram que o intuito da homenagem se deu tanto por orgulho, quanto pelo fato da participante Juliette despertar a curiosidade dos brasileiros que não conhecem a Paraíba, ao ressaltar as belezas naturais do estado e da Capital João Pessoal, a exemplo das belas praias, além de valorizar constantemente os artistas filhos da terra, como Chico César, Shylton Fernandes, Capilé, entre outros.

A Medalha Epitácio Pessoa é a mais alta honraria da Assembleia Legislativa e tem como objetivo homenagear personalidades por sua importante contribuição ao estado. 

“O amor e cumplicidade de Juliette por nossa Paraíba lhe transformam na maior influenciadora personagem do nosso desenvolvimento. Ela consegue divulgar a Paraíba como destino turístico melhor do que qualquer agente público conseguiria fazê-lo. É em nome dessa paraibanidade e desse orgulho que invadiu os lares dos brasileiros que justifico a concessão dessa honraria”, declarou Ricardo Barbosa, idealizador do projeto que homenageou Juliette.  

Veja também

Biden condena "ataque feroz" contra Salman Rushdie
Internacional

Biden condena "ataque feroz" contra Salman Rushdie

Em Teerã, só se ouve iranianos que aprovam ataque contra Salman Rushdie
Salman Rushdie

Em Teerã, só se ouve iranianos que aprovam ataque contra Salman Rushdie