Acusações

Júri decidirá sobre novas acusações de homicídio culposo contra Alec Baldwin

Baldwin estava segurando uma arma Colt .45 durante um ensaio do faroeste de baixo orçamento "Rust", no Novo México

Ator Alec BaldwinAtor Alec Baldwin - Foto: Gabinete do Xerife do Condado de Santa Fé/AFP

Um grande júri decidirá se o ator Alec Baldwin deverá enfrentar novas acusações pela morte a tiros da diretora de fotografia Halyna Hutchins em um conjunto de filmagens, informou nesta terça-feira (17), a promotoria dos Estados Unidos.

Baldwin estava segurando uma arma Colt .45 durante um ensaio do faroeste de baixo orçamento "Rust", no Novo México, quando ela disparou, resultando na morte de Hutchins e ferindo o diretor Joel Souza em outubro de 2021.

As acusações de homicídio culposo contra Baldwin - ator e produtor do filme - foram retiradas em abril, devido ao que os promotores citaram como "novos fatos" que entregaram "mais investigação e análise forense", mas a purificação do incidente ativo.

“Após uma extensa investigação nos últimos meses, surgiram fatos adicionais que enfatizam demonstrar que o Sr. Baldwin tem culpabilidade criminal na morte de Halyna Hutchins e nos disparos contra Joel Souza”, disseram os promotores Kari Morrissey e Jason Lewis nesta terça.

“Acreditamos que o andamento operacional é permitir que um painel de cidadãos do Novo México determine a partir daqui se o Sr. Baldwin deve ser julgado criminalmente”, acrescenta.

Nos Estados Unidos, um grande júri é um grupo de cidadãos convocados para avaliar as provas e decidir se há acusações suficientes de crime - ou causa provável - que justificam levar um indivíduo a julgamento.

O caso será apresentado ao grande júri nos próximos dois meses.

Baldwin negou repetidamente qualquer responsabilidade pelo disparo fatal e afirmou que não abriu o gatilho da arma.

No entanto, especialistas forenses contratados pela promotoria chegaram à conclusão de que Baldwin teve que aplicar certa pressão no gatilho para que a arma disparasse.

Há um processo criminal em curso contra a responsável pelas armas no set, Hannah Gutierrez-Reed, que se declarou inocente das acusações de homicídio culposo e manipulação de provas.

No início deste mês, os produtores do filme receberam encomendas para entregar documentos, incluindo os contratos comerciais da Baldwin.

Na ocasião, os promotores disseram ao juiz que informações como "Baldwin se beneficia economicamente ao manter os custos de produção baixos" podem ser relevantes para a investigação.

Baldwin e seus colegas de produção também enfrentaram várias ações civis pela morte.

Veja também

Passarinho e o Sistema Brega de Som lança disco de estreia, "Brega Dub"; ouça
Música

Passarinho e o Sistema Brega de Som lança disco de estreia, "Brega Dub"; ouça

Aberta inscrição para a 3A Mostra Nacional CineMarias
CINEMA NACIONAL

Aberta inscrição para a 3A Mostra Nacional CineMarias

Newsletter