Karol Conka reúne ativistas negros e destaca diversidade de cor e gênero em videoclipe

Com sonoridade voltada às pistas de dança - como todo o recente disco 'Ambulante' -, o vídeo levanta a bandeira da representatividade

KarolKarol - Foto: Divulgação

A representatividade negra e a tolerância sexual pautam o videoclipe de 'Vogue do Gueto', de Karol Conka, lançado na quarta-feira (19).

Dirigido pela equipe do coletivo feminista de cinema We are Magnolias, o filme tem participações dos coletivos Batekoo, As Irenes, Estaremos Lá e Mooc, além de uma equipe de dançarinos e de fãs da cantora e rapper curitibana.

Com sonoridade voltada às pistas de dança - como todo o recente disco "Ambulante", o segundo da carreira de Conka -, o vídeo levanta a bandeira da representatividade: a maior parte dos figurantes são negros, e há transexuais e casais gays.

Leia também:
[Vídeo] Elza, Maiara e Maraisa e Conka gravam música sobre igualdade de gênero
Karol Conka entrou na onda das cirurgias plásticas

A cantora também se arrisca no "voguing", um estilo de dança inspirado nos movimentos de modelos em passarelas, surgido nos anos 1980, popularizado por Madonna no videoclipe de "Vogue" e recentemente resgatado pela comunidade LGBT.

"Ela usa da influência dela para pautar coisas importantes. Até o fato de a gente estar aqui, realizando o clipe e mostrando a cara no vídeo. Reunir todo esse pessoal em um projeto só é incrível", afirmou Maurício, porta-voz da Batekoo, ao site Portal Popline.

Veja também

'Colônia', nova série do Canal Brasil, retrata história real de hospício mineiro
Drama

'Colônia', nova série do Canal Brasil, retrata história real de hospício mineiro

Coquetel Molotov, Bananada e DoSol se unem em passe vitalício
Mercado

Coquetel Molotov, Bananada e DoSol se unem em passe vitalício