Kristen Stewart diz que Trump estava obcecado com ela

Empresário publicou uma série de tuítes em 2012 atacando-a por ter sido infiel a Robert Pattinson

Vida pessoal de Kristen sempre foi alvo das revistas de fofocas e tabloides, que acompanharam de perto seu romance com PattinsonVida pessoal de Kristen sempre foi alvo das revistas de fofocas e tabloides, que acompanharam de perto seu romance com Pattinson - Foto: Nicholas Hunt /AFP

A protagonista da saga "Crepúsculo", Kristen Stewart, declarou na sexta-feira que o presidente americano, Donald Trump, estava obcecado com ela quando publicou uma série de tuítes em 2012 atacando-a por ter sido infiel a Robert Pattinson.

A atriz de 26 anos respondeu pela primeira vez às críticas de Trump, feitas por ele quando ainda era astro do programa de reality show "The Celebrity Apprentice". O presidente escreveu cinco tuítes sobre o casal de atores em outubro e novembro de 2012, depois que a infidelidade de Stewart a Pattinson com o diretor Rupert Sanders veio à tona.

Fotos da traição foram divulgadas, levando Stewart a se desculpar pela "dor e vergonha" que causou por esta "indiscrição momentânea".

Trump escreveu na época: "Robert Pattinson não deve voltar com Kristen Stewart"; depois que "o enganou como um cachorro e fará isso de novo, só observem. Ele pode ter algo muito melhor". "100% certo" que Stewart será infiel de novo, "alguma vez me equivoquei?". "Termine com Kristen Stewart", tuitou, acrescentando: "Em alguns anos ele vai me agradecer. Seja inteligente, Robert".

Stewart e Pattinson seguiram juntos até maio do ano seguinte. "Naquela época, ele era apenas um astro de reality shows, eu não tinha referências. Não era realmente uma coisa" importante, disse Stewart à revista Variety. "Mas, em retrospectiva, alguém me lembrou disso e eu me dei conta", afirmou a atriz à revista Variety.

Stewart, que interpreta Bella na saga "Crepúsculo", chega a Sundance para apresentar sua estreia como diretora no curta "Come Swim". Também foi aclamada por seu papel em "Para Sempre Alice" (2014), onde interpreta a filha da indicada ao Oscar Julianne Moore, que personifica uma mulher com Alzheimer.

Sua vida pessoal sempre foi alvo das revistas de fofocas e tabloides, que acompanharam de perto seu romance com Pattinson.

Veja também

Mario Frias diz que solicitou perícia para verificar se incêndio na Cinemateca foi criminoso ou não
CINEMATECA

Mario Frias diz que solicitou perícia para verificar se incêndio na Cinemateca foi criminoso ou não

MPF alertava sobre risco de incêndio na Cinemateca desde julho de 2020
SÃO PAULO

MPF alertava sobre risco de incêndio na Cinemateca desde julho de 2020