Liam Payne lança novo álbum e considera possível reunião do One Direction

Na entrevista, ele revelou também que, em três anos, encontrou pela primeira vez o colega de banda Harry Styles, em um evento natalino

Liam Payne em lançamento de seu novo discoLiam Payne em lançamento de seu novo disco - Foto: Reprodução/Twitter

O cantor Liam Payne, 26, disse durante uma entrevista para uma TV inglesa publicada nesta segunda (9) que acredita que a boyband One Direction poderia voltar a se reunir. O grupo entrou em hiato em 2016 após o anúncio da saída de Zayn Malik, em março de 2015.

A declaração de Payne acontece num cenário hoje em que os cinco integrantes da formação original trabalham, separadamente, em suas carreiras solo.

"Acho que em algum momento voltaremos a nos reunir", disse ele. "Acho que vamos, com certeza. Ainda não sei quando, mas tudo o que sei é que há pelo menos dois anos, todos nós estamos lançando músicas novas e trabalhamos em suas divulgações".

Leia também:
Ex-One Direction, Harry Styles anuncia 2 shows no Brasil em 2020
Michael Bublé confirma shows no Brasil em 2020


Na entrevista, ele revelou também que, em três anos, encontrou pela primeira vez o colega de banda Harry Styles, em um recente evento natalino em Londres (Reino Unido). "Nós não nos víamos há muito, muito tempo. Foi muito legal, ele ainda é o mesmo garoto de quando eu o deixei, muito gentil ... ele é um garoto adorável".

Primeiro solo
Payne acaba de lançar seu trabalho solo de estreia, intitulado "LP1". O álbum inclui os hits globais "Stack It Up", com participação de A Boogie Wit da Hoodie, "Polaroid", "For You" e "Strip That Down", esta última em parceria com Quavo.

Gravado em diversos lugares mundo afora, incluindo Londres, Nova Iorque e Los Angeles, "LP1" tem a assinatura do pop urbano pelo qual o cantor ficou conhecido, além de trazer faixas com uma sonoridade mais despojada. O disco contou com renomados produtores e colaboradores, como Ed Sheeran, Ryan Tedder, Zedd, Jonas Blue, entre outros.

"Tive tantas experiências maravilhosas nos últimos anos que usei como inspiração para esse trabalho -tem sido um verdadeiro projeto de amor. Trabalhei no estúdio com pessoas incrivelmente talentosas para produzir um álbum que, verdadeiramente, me representa e estou muito orgulhoso. Seu apoio significa tudo para mim e mal posso esperar para que todos vocês o ouçam", disse o cantor.

Veja também

Documentário inédito "Elza Infinita" estreia no GNT, nesta quarta (8)

Filme

Documentário inédito "Elza Infinita" estreia no GNT, nesta quarta (8)

Longa de animação brasileiro 'Bob Cuspe, nós não gostamos de gente' pode concorrer ao OscarCinema

Longa de animação brasileiro 'Bob Cuspe, nós não gostamos de gente' pode concorrer ao Oscar