Livro detalha trajetória do jornalista e cineasta Geneton Moraes Neto

Obra, que será lançada neste sábado (31) no Cinema da Fundação, é o resultado da pesquisa feita pela jornalista Ana Farache e pelo professor Paulo Cunha

Geneton Moraes NetoGeneton Moraes Neto - Foto: Reprodução

O livro 'Geneton: Viver de ver o verde mar', que conta a trajetória profissional e pessoal do jornalista e cineasta Geneton Moares Neto, será lançado neste sábado (31), às 18h, no Cinema da Fundação/Museu (Casa Forte). Publicado pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), a obra é o resultado da pesquisa feita pela jornalista Ana Farache e pelo professor Paulo Cunha.

Os autores, que se tornaram amigos de Geneton desde o início dos anos 1970, pesquisaram por dois anos e colheram mais de 60 depoimentos de amigos e familiares. Ana e Paulo produziram a obra com base no afeto pelo jornalista e cineasta, que nasceu no Recife em 1956 e morou também no Rio de Janeiro, em Paris e em Londres. Geneton ganhou destaque como repórter, editor e diretor de cinema. Morreu no dia 22 de julho de 2016, no Rio de Janeiro, por complicações causadas por um aneurisma.

Leia também:
Documentário pernambucano sobre rio Pajeú estreia no Canal Curta!
Cinema São Luiz se renova através da produção pernambucana

Geneton iniciou sua carreira como repórter em 1972, teve uma trajetória reconhecida e se tornou uma referência para jornalistas. Trabalhou no jornal O Estado de São Paulo, na TV Globo Nordeste e na TV Globo Rio de Janeiro como repórter. Foi editor do Jornal da Globo, Jornal Nacional e Fantástico. Como cineasta, Geneton Moraes produziu 13 curtas em super-8, filmados em Pernambuco e na França, e dirigiu documentários como 'Canções do Exílio'; 'Garrafas ao Mar: a Víbora Manda Lembranças'; e 'Dossiê 50: Comício a Favor dos Náufragos'. O último longa-metragem dirigido por Geneton, 'Cordilheiras do Mar: A Fuga do Gogo Bárbaro' (2015), que retrata a figura de Glauber Rocha, será exibido antes do lançamento do livro, às 16h, no Cinema da Fundação/Museu.

Para Paulo Cunha, o livro aborda o jornalista e cineasta, mas sem esquecer o homem por trás da obra. "Ele foi um cineasta incrivelmente talentoso e rompeu com os limites entre cinema e televisão. Embora tenha se tornado muito conhecido como jornalista, ele foi brilhante também realizando filmes. O nosso livro procura realçar todas as dimensões de Geneton: cineasta, viajante, jornalista, poeta", explica.

Os depoimentos de familiares e os documentos pessoais revelam um Geneton desconhecido até pelos amigos e autores do livro. "Fomos amigos muito próximos de Geneton, desde os anos 1970, e nossa relação está naquilo que escrevemos, mas, mesmo com essa proximidade, as entrevistas que fizemos e as centenas de documentos que consultamos nos surpreenderam em muitos momentos. Foi quando nos deparamos com um Geneton até então desconhecido por nós, com características e fatos que só fizeram aumentar nossa estima por ele", explica Ana Farache.

O livro releva, ainda, um Geneton poeta e viajante. O título do livro, "Viver de ver o verde mar", é o verso de um dos poemas escrito por Geneton. A obra traz também relatos que Geneton produziu sobre os lugares por onde passou, imagens e textos dos seus diários, nunca antes publicados.

A biografia do pernambucano, segundo o autor Paulo Cunha, é dedicada a todos os amantes do jornalismo e do cinema. "É uma receita de jornalismo e um material vasto para os cinéfilos", explica.

Serviço

Lançamento do livro "Geneton: Viver de Ver o Verde Mar", de Ana Farache e Paulo Cunha

Onde: Cinema da Fundação/Museu - Av. Dezessete de Agosto, 2187, Casa Forte
Quando: 31 de agosto de 2019 (sábado)
Horário:
16h - Exibição do filme: Cordilheira no Mar: A Fúria do Fogo Bárbaro, de Geneton Moraes Neto. Sessão Cinemateca Pernambucana.
18h - Lançamento do Livro “Geneton: Viver de ver o verde mar”

Entrada Gratuita

Veja também

Nova versão de 'Poderoso Chefão 3' torna mais óbvia corrupção no Vaticano
Cinema

Nova versão de 'Poderoso Chefão 3' torna mais óbvia corrupção no Vaticano

Filha de Alok e Romana nasce após parto prematuro por complicação da Covid
Famosos

Filha de Alok e Romana nasce após parto prematuro por complicação da Covid