Locutor se recusa a tocar Pabllo Vittar e é acusado de homofobia

'Pabllo Vittar, é isso mesmo? Pabllo Vittar não vai rolar não, hein. Vamos fazer o seguinte: troca aí por uma música boa, por um cantor bom, né?', teria dito o locutor de rádio

Pabllo VittarPabllo Vittar - Foto: Reprodução/Instagram

Emerson Antunes, locutor da rádio Panorama em Itapejara D'oeste, no Paraná, causou polêmica nesta quarta-feira (11) ao se recusar a tocar uma música da drag queen Pabllo Vittar após dois pedidos de ouvintes. O momento foi gravado e viralizou nas redes sociais.

"Pabllo Vittar, é isso mesmo? Pabllo Vittar não vai rolar não, hein. Vamos fazer o seguinte: troca aí por uma música boa, por um cantor bom, né? Nada contra o Pabllo Vittar, em hipótese nenhuma, mas sim contra as músicas que ele canta. Não vai rolar, essa eu vou passar", diz o locutor na ocasião. No segundo pedido, Antunes diz que deixou de reproduzir as músicas de Pabllo após "descobrir como ele se apresentava".

Leia também:
Teatro de Santa Isabel é palco da reestreia do 'Dita Curva'
CasaCor 2019 traz sustentabilidade, tecnologia e afeto

"Rapaz, tem gente que gosta da Pabllo Vittar ainda? Tem né, se tem gente pedindo é porque tem ainda, né? Eu acho que vou morrer e não vou ver tudo. Uma vez eu até toquei aqui o tal do Pabllo Vittar, mas aí eu comecei a prestar atenção, por que eu não conhecia. Depois que eu descobri a forma que ele se apresentava, aí não rolou mais. Pabllo Vittar não adianta pedir, porque eu não vou. Nada contra o cantor, em hipótese alguma, mas a questão é que a vozinha dele não fechou". Os comentários viralizaram no Twitter, especialmente em manifestações de repúdio. Internautas apontaram as falas do locutor como intolerantes e homofóbicas.

Veja também

Morre o cantor e compositor Cassiano, de 'Primavera'
Luto

Morre o cantor e compositor Cassiano, de 'Primavera'

Inhotim volta a reabrir após dois meses sem público por causa do coronavírus
Museu

Inhotim volta a reabrir após dois meses sem público por causa do coronavírus