Música

Luccas Maia: carreira solo em parceria com o mar

Cantor e compositor pernambucano lança 'Barulho Mar', seu álbum de estreia, disponível nas plataformas de streaming

Luccas Maia tem mais de 15 anos de carreira musicalLuccas Maia tem mais de 15 anos de carreira musical - Foto: Bruna Valença/Divulgação

Após carreira de pouco mais de 15 anos em meio a produções na música, trajetória em bandas e em projetos alheios, o cantor, compositor e multi-instrumentista pernambucano Luccas Maia alçou voo solo e buscou o seu habitat natural para entrelaçar ao seu álbum de estreia, “Barulho Mar” - disponibilizado recentemente para download nas plataformas de streaming, com opção para contribuir com quaisquer valores para adquirir uma das doze faixas.

Quase que literalmente, o “barulho do mar” chega a ser audível no trabalho de Luccas, fato que consolida o cenário como parte do universo íntimo do músico que tem na praia um lugar de fuga e de abrigo e, portanto, de estreia de um trabalho solo formado sob influências de suas experiências junto às bandas Mamelungos e Fim de Feira. 

Com o filho Gael de 4 anos como personagem principal da capa, além da voz do pequeno registrada nas faixas “Você Tem Tempo?” e em outra homônima ao título do disco, Luccas Maia reforça sua relação com o mar e traz à tona em forma do tempo presente da paternidade, recordações de infância, descritas em “Deixa o Mar Bater” quando, por exemplo, indaga que “Tudo parece tão estranho desse ângulo. Será que estamos do outro lado do espelho”? 

“Terno Mistério”, “Ficamos de Lado”, “Tem Segredo Não”, “Flor de Maracujá”, “Carrapicho”, “Numa Onda Só”, “De Todo Mundo”, “Upright Coco” e 'I Amo Still Young” completam o disco, que traz sonoridades regionais e referências da música pop e de artistas e bandas como Titãs e Los Hermanos – alguns dos nomes que integram o “outrora” musical de Luccas. Dentre as influências atuais ele vai de Billie Eilish e Tame Impala a Dominguinhos. 

“Barulho do Mar” tem a assinatura na produção musical e fonográfica do próprio Luccas Maia, à frente também em parte das faixas com seu viés de multi-instrumentista assumindo bateria, percussão, baixo, sintetizadores, piano, ukulele e guitarra. Composições próprias, e em parceria com Chaps Melo, além de cancioneiro de Bruno Lins e Mika Macedo e de João Donato e Lysias Enio, integram o disco, lançado em paralelo com videoclipe da música “Deixa o Mar Bater”, gravado em junho deste ano no Estúdio Orra dirigido por José Rebelatto em parceria com Gabriela Passos.
 

Veja também

Marcius Melhem já participou de campanha antiestupro na Globo
Assédio

Marcius Melhem já participou de campanha antiestupro na Globo

Emicida apresenta histórias invisibilizadas em documentário de 'AmarElo'
Entrevista

Emicida apresenta histórias invisibilizadas em documentário de 'AmarElo'