A-A+

Luni Estúdio Cultural estreia com 'Opá, uma missão' no Recife

O novo espaço abre suas portas nesta quinta-feira para receber o trabalho da atriz e diretora Lívia Falcão

Lívia FalcãoLívia Falcão - Foto: Reprodução/Divulgação

Em um cenário delicado para a arte e a cultura no geral, Recife passa a contar com mais um espaço para sediar as mais diversas manifestações culturais. O Luni Estúdio Cultural abre suas portas nesta quinta-feira (30) para o público apreciar o trabalho da atriz e diretora Lívia Falcão. O espetáculo "Opá, Uma Missão" é monólogo que se volta para as raízes da protagonista Zanoia, outra face de Lívia. A obra estará em cartaz até o dia 2 de junho.

Localizado em Casa Amarela, o estúdio de gravação da Luni Produções está pronto para receber apresentações que serão formatadas para o estilo “intimista”, devido à estrutura do ambiente que comporta até 150 pessoas. “A gente vai fazer uma curadoria, mas também vai abrir o espaço para pessoas que queiram se apresentar ou fazer uma exposição ou uma palestra”, ressalta a idealizadora Danielle Hoover. Ela frisa que, apesar do espaço ser intimista, a apresentação não precisa ser. 

A primeira experiência na casa servirá para medir como o lugar poderá ser aproveitado nos próximos eventos. O estúdio já tinha recebido oficinas com palhaços internacionais, exposições e lançamento de livro, para testar a movimentação no local. Além disso, um projeto de conteúdos que serão gravados no estúdio será implementado para produzir materiais exibíveis ou não.

Leia também:
Peça de teatro questiona espetacularização da barbárie humana
Espetáculo 'Magna' em quatro apresentações no Barreto Jr.

O monólogo escrito por Lívia Falcão, Andrea Macera e Silvia Góes teve estreia esse ano no final de março, durante o Festival de Mulheres Engraçadas (F.E.M.E), em Maceió. A trama se concentra na personagem Zanoia, uma bezendeira antiga descendente de xamã. A ficção se confunde com a própria realidade da atriz que interpreta Zanoia, refletindo  a união da “inocência com a experiência”, assim define Lívia. 

“'Opá' fala da minha própria história, da história da humanidade a partir da visão de Zanoia. Mistura passos do meu caminhar artístico, tem alguns fragmentos de outros espetáculos que eu fiz. E mistura também meu lado holístico, de terapeuta, de xamã”, explica a atriz. Fragmentos das peças “Caetana”, “Divinas” e “Esse Estranho Desejo” serão utilizados na obra. 

Rir de si mesma

Durante a encenação, Lívia revestida de Zanoia terá que cumprir a missão lhe dada pelos seus antepassados: rir de si mesma nas sete direções dos pontos cardeais. O enredo contribui para promover uma “medicina do riso”, aquilo que a atriz considera de muita valia para o público presente, que participa ativamente do momento. “Eu coloco todo mundo dentro do espetáculo. Todos estarão celebrando um encontro, em que a gente vai falar das raízes, do amor, da arte e do riso”, enfatiza.

Serviço

Espetáculo Opá, Uma Missão
No Luni Estúdio Cultural - Rua Oscar Tavares, 46, Casa Amarela
Em cartaz: 30 e 31 de maio e 1º de junho (20h); 2 de junho (17h)
Ingresso: R$ 20 preço único (à venda no local)
Informações e reservas: (81) 3441-1241

Veja também

Alanis Guillen deixa os pelos crescerem para viver Juma em 'Pantanal'
Televisão

Alanis Guillen deixa os pelos crescerem para viver Juma em 'Pantanal'

Pabllo Vittar anuncia capa e estreia de clipe de 'Bang Bang'
Música

Pabllo Vittar anuncia capa e estreia de clipe de 'Bang Bang'